Comendo a casada e humilhando o corno

3 votes

Conheci um casal, ambos estão com 30 anos de idade e o sonho do marido era entregar sua mulher para outro homem.

Começamos a conversar no início da pandemia, e com tudo parado ficamos só alimentando a imaginação.
Ela, estava muito receosa, medo de estragar a relação, coisa normal de qualquer casal iniciante, o tempo passou e este ano marcamos de nos conhecer.

Cheguei primeiro e até avistar um carro branco estacionar um pouco mais longe, e desceram do carro os dois, ambos formam um casal bonito, mas ela é uma morena bunduda com seios pequenos, cabelos longos, estava de calça jeans e salto para realçar sua bunda.

Logo me cumprimentaram e ele voltou ao seu carro deixando eu e ela a sós para fazer ela ficar mais a vontade e se soltar. Entramos em meu carro, comecei a brincar fazendo ela descontrair, reparei que estava com uma blusinha, mas sem sutiã onde o bico de seus seios estavam durinhos.

Comecei a elogiar ela, tão próximo de seu rosto que arranquei o primeiro beijo, que saiu de sua boca e fui beijar seu pescoço e seus ombros. Ela estava arrepiada, pedindo para me controlar, pois ela era iniciante, mas não a obedeci, continuei com os beijos e disse que parava se realmente ela não estivesse com tesão, então ela segurou minha cabeça e mandou eu continuar beijando.

Logo cheguei a seus peitos, onde foi fácil tirar para fora sem sutiã, eram pequenos mas estavam bem durinhos, chupei, mordi, lambi e enfiei uma mão no meio de suas pernas, aos poucos fui abrindo o zíper de sua calça e abaixando, sua bucetinha era toda depilada e estava muito molhada, ela disse “viu que você fez comigo”, falei que queria provar, ela disse ali não dava e era muito perigoso, assim subindo sua calça. Não gosto de desrespeitar ninguém, deixei ela no seu tempo.

Mas não paramos de nos beijar, foi quando ela falou que queria me agradecer os beijos, passando a mão em meu pau, tirou para fora de minha calça e caiu de boca. Segurei seu cabelo para não atrapalhar, ela sabia que estava fazendo, chupava gostoso, sabia babar em um pau e subia e descia com maestria, depois de um tempo me chupando, pedi se poderia gozar em sua boca ela disse que sim, que o objetivo era este voltar no carro do marido com gosto de porra de outro, e assim fiz, soltei jatos de porra em sua boca, ela engoliu quase tudo, e chupou a cabeça de meu pau até sair tudo, me olhou e falou já volto, saiu de meu carro foi até o vidro do carro dele e beijou ele, vi ela babando porra na boca dele, quando ela voltou até meu carro e me agradeceu, falando que na próxima eu iria comer ela que havia gostado de mim, mas ela precisava sair, era sábado e tinha um almoço de família, compreendi e fomos cada um para seu canto.

Naquele mesmo dia a noite, ele me mandou várias fotos no decorrer do dia dela com a buceta molhada por minha causa e a noite ela cavalgando no pau dele falando meu nome.

Comendo a casada e deixando o corno humilhado super  feliz

Passaram duas semanas e combinamos de eu ir na casa do casal, no dia e horário marcado cheguei fui recepcionado por ele que me levou até seu quarto onde encontrei ela com apenas um fio dental branco e uma camisola transparente. Ele me olhou e disse “ aproveite é só sua agora, vou dar uma saída e vocês fiquem a vontade”!

Fui de encontro dela, que se levantou e veio me beijar, passei a mão em seu corpo e a deitei a na cama, desta vez pude admirar melhor a delicia daquela morena, beijei seu pescoço, desci pelos seus ombros, chupei seus peitos, mordisquei, deixei eles bem durinhos, desci pela sua barriga meinha língua queria provar cada pedaço daquela mulher, enfiei a mão por dentro de sua calcinha e tirei vagarosamente.

Comecei a beijar sua virilha, não fui direto ao ponto, dei leves mordidas ao redor de sua bucetinha, que já estava escorrendo, minha língua brincava com sua bucetinha, até que comecei a dar leves lambidas em seu clitóris, sua bucetinha depiladinha estava toda molhada, suguei aos poucos e fiquei em um ritmo frequente dando chupando seu clitóris. Ela gemia e algum tempo depois se contorcia quando aumentei o ritmo e ganhei uma bela gozada daquela morena, que chegou a levantar o quadril para tremer gozando.

Ela me olhou e falou que seu clitóris ficava sensível após a primeira gozada, perguntei se ela queria mais, ela disse que sim mas geralmente não conseguia. Nesta hora voltei a brincar com sua bucetinha, lambi ela inteira, mas em seu clitóris fui vagarosamente, nada de chupar forte ou dar linguadas rápidas, mas sim de leve e vagarosamente, sem pressa apenas curtindo aquela bucetinha doce, quando ela tremeu e soltou mais um gozo.

Ela se levantou veio me beijar e falou agora minha vez, e me deu um banho de língua também, com direito a uma bela chupada fazendo garganta profunda, meu pau estava todo babado.

Ela pegou uma camisinha colocou com a boca, veio por cima de mim encaixou meu pau em sua bucetinha e sentou deslizando tudo dentro dela. Ela deixou entrar tudo, e começou a rebolar, sabia cavalgar, minha mão apertava aquela bunda redonda e grande e alternava com uns tapas. Ela mordia meu pau com sua bucetinha, me beijava, sua bucetinha estava meladinha, depois de um tempo, pedi para ela ficar de quatro queria ver aquela bunda gostosa arrebitada.

Encostei a cabecinha e entrou facilmente, comecei o vai e vem, e logo estava socando forte, com uma mão enrolada em seu cabelo e outra dando tapas em sua bunda e chamando ela de puta, que ela queria trai, então estava tomando socadas fortes. Ela falava, come minha buceta, me fode gostoso, que pau delicioso, mete chifre no meu marido, com e a mulher dele, minha socadas ficavam cada vez mais forte, quando escutamos barulho da porta e era ele chegando e vendo sua linda esposa de quatro com pau de outro macho dentro.

Ele perguntou se ela estava bem, ela disse que nunca esteve melhor, e que estava toda gozada de dar para mim, que ele era Corno agora e teria que aguentar. Ele chegou perto e viu meu pau entrando e saindo, tirou algumas fotos e filmou, tirou seu pau para fora e dei para ela chupar. Nesta hora ela falava, esta vendo o tamanho do pau de meu marido, pequeno, perto do seu, estou toda arrombada acho que nem vou sentir o pau de meu marido.

Virei ela de frente, levantei suas pernas e continuei metendo, e metendo, ela mandou seu marido sair de perto, por que queria que eu desse um banho de porra nela, voltei a socar e quando fui gozar tirei a camisinha e soltei jatos de porra nos peitos, na barriga na cara dela, que abocanhou meu pau e fez questão de sugar até a última gota de porra.

Ela se deitou na cama e falou ao marido, “agora corno vem aqui e me limpa, toma toda a porra do meu comedor, faça teu trabalho de corno que é beber a porra do macho que gozou na sua esposa. Ele obedeceu, ela segurava em seu cabelo fazendo ele lamber e as vezes dava tapas em sua cara chamando ele de corno, chifrudo, se era aquilo que ele queria iria tomar muito chifre, por que ela amou dar para outro.

Ela foi ao banho e me convidou, mandou marido ficar esperando, no banheiro começamos as nos beijar meu pau já estava duro novamente. Estávamos cheio de espuma, quando ela virou de costas para mim, arrebitando sua bunda e falou, “come meu cuzinho que aquele corno não gosta de comer!

Encostei o pau, ela dava algumas rebolas e não conseguia aguentar, tirava por que sentia dor, perguntei se ela tinha certeza, não era a posição mais confortável para comer um cuzinho. Ela disse eu quero, nem que doa você vai me arrombar toda hoje!

Encostei meu pau em seu cuzinho novamente, com menos dó agora, fui invadindo seu rabo, ela chegou a lacrimejar, mas pedia para eu não parar, foi quando passou a cabeça, o resto foi entrando devagar, seu cuzinho era bem apertado, deixei ela acostumar um pouco com ele dentro, quando cheguei em seu ouvido e falei, agora você vai perder o cabaço desse cuzinho e vai ser minha puta inteirinha, e comecei a meter, com socadas de leve, mas depois socando forte, seus gemidos e gritos era, altos, ele chegou a vir no banheiro perguntar que estava acontecendo e só ouviu ela dizer, ele ta arrombando meu cu seu corno do caralho, que você não quer comer, agora tem outro estourando meu cabaço, soquei e soquei até encher seu cuzinho de leite.

Terminamos o banho e ele pediu a ela ficar de quatro na cama para ver o estrago, seu rabo estava arrombado, vermelho e escorria porra.

Nos recompomos, até eu sair da casa deles, ela parecia mais minha esposa de que dele, só ficava me beijando e me agarrando para humilhar o marido.

E foi assim que me diverti e fiz amizade com um novo casal.

Posts relacionados

Primeira vez no ginecologista ADS Primeira vez no ginecologista
Gatinha de 18 anos foi no ginecologista e acabou ficando excitada com o médico bonitão
Primeira vez comendo mulher de corno Primeira vez comendo mulher de corno
Olá...  hoje em dia adoro comer uma mulher de corno. Nada me dá mais prazer do que ver o cara ali assistindo eu meter...
Comendo a mulher do cara e o corno ainda mamou Comendo a mulher do cara e o corno ainda mamou
Bom vamos lá, estou meio sem graça de contar, mas irei dividir minha experiência com vocês!!!! Há muito tempo atrás, um...
Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis ADS Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis
Porno com Mulheres dando o cuzinho no melhor do sexo anal grátis com safadas fudendo muito na pica dos seus machos.
A mãe tarada e o filho nerd ADS A mãe tarada e o filho nerd
A mamãe tarada e o filho nerd, num bom conto erótico em formato de quadrinhos, onde como pode ver, a mamãe não vai liberar a piroca do filho e cair de boca...
Eu e meu amigo comendo minha esposa safada Eu e meu amigo comendo minha esposa safada
Ola, meu nome fictício, é Roberto(*) e ela, Joana (*). Somos um casal diferente, pois ciúmes não existe, apenas cumplicidade e...
Primeira vez comendo mulher de corno Primeira vez comendo mulher de corno
Olá...  hoje em dia adoro comer uma mulher de corno. Nada me dá mais prazer do que ver o cara ali assistindo eu meter...
Casada fogosa dando pra o sobrinho do marido Casada fogosa dando pra o sobrinho do marido
Sempre curtir ler uma boa putaria e agora vou contar minha história, de uma mulher que acabou dando para o sobrinho do...
Eu casada dando para o cara da tv a cabo Eu casada dando para o cara da tv a cabo
O cara da TV a cabo marcou comigo de vir aqui para consertar um problema no meu sinal e eu como adoro uma putaria já tava...
Comi a casada Comi a casada
Bom, tenho 35 anos e sou casado. Sempre gostei de aventuras, sexo casual, mas nunca pensei em sair com um casal. Certo dia...
Comendo a casada e humilhando o corno Comendo a casada e humilhando o corno
Conheci um casal, ambos estão com 30 anos de idade e o sonho do marido era entregar sua mulher para outro homem. Começamos a...
Comendo a casada e humilhando o corno Comendo a casada e humilhando o corno
Conheci um casal, ambos estão com 30 anos de idade e o sonho do marido era entregar sua mulher para outro homem. Começamos a...

(1) Comentário(s)

  • Anderson - Criado em 13/09/2021 Sou corno tambem e adoro que a minha esposa saia com machos leiteiros!

Deixe seu comentário

Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet brasileira. Um enorme acervo de temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais contos de sexo! Quer contribuir? ENVIE SEU CONTO. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em Contato que removeremos imediatamente.

porno - xvideos - contos eroticos - contos erótico - quadrinhos eroticos - porno amador - porno brasil

© 2014 - 2021 - Contos Eróticos → Os Melhores Contos Eróticos e Sexo (2021) Todos os direitos reservados.