Conto de Fetiche: Fodendo as gêmeas do meu prédio

Fodendo as gêmeas do meu prédio. Eu me chamo Ricardo e vou contar uma pra vocês viu? tem duas gêmeas que moram no meu prédio, que são gostosas pra caralho, até o porteiro daqui já falou que quebrou uma bronha pensando nelas. O nome das duas eu vou mudar, pra não dar muito na cara, vou chamar elas de Michele e Micaela. São morenas tipo panicat mesmo, cabelos levemente ondulados, corpão malhado, gostosas pra caralho mesmo.

Elas são bem famosinhas aqui na cidade, vivem indo em altas baladas e tem a maior fama de piranhas, mas eu morando no mesmo condomínio que elas a uns 3 anos, nunca vi nada de mais, sempre cumprimentei as duas numa boa, a gente morava no mesmo andar e elas dividem até hoje um apartamento no mesmo condomínio.

Um dia eu cheguei da balada meio bêbado, elas também tavam e a gente começou a conversar no corredor, até que elas perguntaram se eu queria tomar uma absolut com elas no ap, que a festa ainda não tinha terminado para as duas. Eu topei, todo animado imaginando que poderia rolar algo né?

A gente sentou na sala, eu no meio, elas cada uma do meu lado e rolou um bate papo gostoso. De repente uma delas foi até o quarto ligar para o namorado e eu fiquei conversando com a outra tempo suficiente pra rolar um clima e a gente começar a se beijar. Beijei a gostosa, comecei a passar a mão nas coxas dela, fui subindo mas ela deu uma de difícil e disse que não era assim e tal, mas eu sou insistente e logo tava com a mão na sua bucetinha.

Toquei sua bucetinha toda molhada

Ela tava toda molhadinha, eu fiquei de pau duro na hora e a gente começou a dar uns amassos gostosos. Peguei ela, coloquei no meu colo e como ela não disse nada, imaginei que não ia ter problema com a irmã dela. Então eu disse na lata que tava doido pra comer ela, a safada riu e disse:

– Vamos conhecer meu quarto. – Entrei e assim que ela fechou a porta, começamos a nos beijar de novo, eu pegando nos peitos dela, ela agarrando meu pau e batendo uma por cima da calça, até que ela se ajoelhou, botou minha pica pra fora e começou a chupar gostoso. Eu tava ali curtindo, ela me mamando e eu pegando naqueles peitões siliconados dela, quando escuto a porta abrir. Tomei um susto, era a irmã falando:

– Já começaram a putaria né seus safados? nem esperaram por mim. E de repente a outra veio, me beijou na boca e se ajoelhou junto com a irmã pra me chupar também. Parecia coisa de filme pornô, gostoso pra caralho. As duas me chuparam, começaram a tirar minha roupa, foram tirando as delas também e me empurraram pra cama.

Eu deitado lá de pau duro e elas vieram pra cima de mim. Uma já foi sentando a buceta na minha cara e a outra chupando meu cacete de novo. Eu recebia uma gulosa deliciosa e me acabava enfiando a língua na buceta daquela rabuda gostosa. Ela tava toda meladinha, deixou minha boca molhada com sua lubrificação.

A que tava me chupando sentou no meu colo e cavalgou sem dó de mim. Aquela safada sabia fuder gostoso. Continuei chupando aquela buceta greluda, fazendo movimentos circulares e a safada rebolando na minha boca bem gostoso. A irmã devassa pulavra no meu caralho, só faltava quebrar minha pica.

Depois ela levantou quando a irmã disse:
– Agora é minha vez Michele, deixa eu aproveitar essa pica também. E veio sentando. Cara, me deram uma canseira braba, agora tive que chupar a buceta da outra. Minha língua tava dormente, mas foi bom demais sentir a buceta das duas na minha língua.
gêmeas
A outra cavalgou um pouco e gozou rápido para minha surpresa, aí ela levantou, ficou de quatro e me pediu pra comer sua bucetinha de quatro. A irmã levantou meio contrariada mas deixou ela lá de quatro pronta pra me dar. Comi sua bucetinha, segurando ela pela cintura, e ela dizendo:

– Mete mais forte, soca essa pica na minha buceta vai – e enquanto eu comia, a sacana irmã dela tocava uma siririca olhando pra gente. Foi gostoso pra caralho, minha pica tava esfolada de tanto comer ela e ainda tive que comer a outra, mas a Michele foi mais safadinha e me deu o cuzinho. Meti naquele cu apertado, ela gemia, me chamava de cachorro, de safado e gozou gostoso também juntinho comigo.

Mano, essas duas putas me deixaram morto, e quando gozei ainda recebi outro boquetinho delas até meu pau subir novamente e eu ficar pronto pra arrombar as duas novamente, foi uma experiência boa do caralho que nunca vou esquecer com minhas vizinhas vadias.

Categorias:

Fetiche