Conto de Traição: Comi o cuzinho da minha cunhada antes da praia

Comi o cuzinho da minha cunhada antes da praia. Eu tenho uma cunhada gostosa chamada Nathaly, ela é mais nova que minha esposa, tem 19 anos, é uma morena super gostosa de olhos veres, tem uma cinturinha fina, uma bundinha perfeita e seios pequenos e bem redondinhos.

Eu sempre fui doido por ela, sempre rolou uma vontade louca de traçar essa safada e ela percebendo isso me provocava muito. Sou casado a 2 anos, amo minha esposa, mas quando vi minha cunhada ninfeta, meu lado mais safado dispertou e eu sempre comia minha mulher pensando nela, batia punheta pensando nela, morria de ciúmes dessa safada.

Um dia ela resolveu ser bem safada comigo e eu quase não acreditei. Minha mulher saiu com minha sogra para uma feira de artesanato, depois iriam ao shopping, aí ela me perguntou se eu poderia pegar a Nathi e levar ela na praia para encontrar as amigas. Eu claro, fui doidinho pra ver ela de biquíni.

Eu fui lá na casa da minha sogra e buzinei, ela tava gata demais, um biquíni branco e um shortinho. Os peitos dela quase pulavam da peça, eu fiquei doido de tesão com isso e senti meu pau dar sinal de vida. Eu disse que tava animado pra curtir uma praia e começamos a conversar.

Eu comentei: -Você tá bem gata com esse biquíni hein cunhada? e ela sorriu safada e disse com a maior cara de putinha que quando eu visse a parte de baixo, eu ia gostar mais ainda e tive certeza que ela tava dando corda pra mim na maior cara de pau.

Eu não aguentei, via ela ajeitando o biquíni toda hora, fiquei doido e passei a mão na sua coxa e senti seus pelinhos se arrepiarem. Ela soltou um suspiro, mordeu os lábios e isso deixou minha pica bem dura. Fiquei com o maior tesão, não aguentei e fui subindo pela lateral da sua calcinha, mas tive que parar para prestar atenção no trânsito.

Eu desviei o caminho da praia e entrei num motel lá perto e ela me olhou estranhando, mas eu disse que precisava conversar com ela, entrei no motel e a safadinha não falou nada o caminho todo. Quando entramos eu mal desci do carro, já fui pegando ela pela cintura e beijando sua boca gostosa, apertando sua bundinha durinha e arrancando gemidos dessa gostosa.

Finalmente eu ia comer minha cunhadinha

Eu fiquei louco, meu pau latejando, ela tava doida também, com o corpo inteiro arrepiado e a maior cara de safada, enfiando sua língua gostosa na minha boca e esfregando a buceta no meu pau. Eu levei ela para o quarto no colo, arranquei seu shortinho com calcinha e tudo, cai de boca na bucetinha dela que já tava bem molhadinha e ficou mais ainda na minha língua.

A minha cunhadinha é bem gostosa, ela tava rebolando na minha boca, teve uma hora que eu parei, dei uma olhadinha na xana dela e tava uma delícia, bem rosadinha, toda depilada, prontinha pra eu chupar. Eu pedi pra ela mamar na minha pica, me aproximei da piranha de joelhos e ela me chupou deitadinha na cama. Foi bem gostoso porque eu enfiava com tudo.

-Que delícia, Nathi, engole meu cacete vai, chupa a pica do seu cunhadinho. Eu tava doido pra sentir você engolindo meu pau inteiro. Olha como ele tá duro por sua causa.

Ela gemeu e respondeu:
– Sua pica é uma delícia, mete tudo na minha boca vai seu safado, eu quero sentir sua porra na minha boca.

Nunca vi ela tão safada desse jeito, gemi de tesão e quando tava sentindo que ia gozar, parei e abri suas pernas. Coloquei a camisinha, subi em cima dessa gostosa e meti fundo na buceta dela.
minha cunhada
Meu pau é bem grosso e a buceta dela parecia rasgar a cada metida. Ela falava que tava doendo e teve uma hora que não sabia se era de dor ou de prazer. Foi uma foda gostosa, ela gemia muito, arranhou minhas costas e gritava toda suadinha:

– Mete, mete gostoso na minha buceta, me fode inteira, seu pau tá rasgando minha bucetinha.
Caralho, ouvir ela falando várias putarias me deixava louco, então arrisquei pedir seu cuzinho.

– Deixa eu comer seu cuzinho, fica de quatro vai sua putinha deliciosa.
Ela ficou de quatro, lambuzou seus dedinhos na sua buceta molhada e esfregou no seu cuzinho pra lubrificar. Eu encaixei o pau aos poucos, ela abriu as bandas da sua bundinha com a mão e soltou um gemido alto quando enfiei com tudo no cu dela.

O cuzinho da Nathi era bem apertadinho, eu não tava mais aguentando aquele cuzinho apertando meu pau e acabei gozando bem gostoso, mas antes tirei a camisinha e gozei na cara dela, deixei ela toda lambuzada mesmo de tesão.

Depois disso fomos até a praia, as amigas estranharam a demora mas ela disse que teve um imprevisto e ficou tudo certo, foi a melhor foda que eu já dei na vida.

Categorias:

Contos de Traição

Comments are closed.