Perdi a virgindade do cú para o meu vizinho casado

4 votes

OlÃá tenho 18 anos, sou meio forte, moreno e tenho 1,70. Vim contar o dia em que perdi a virgindade do meu cú e é um pouco longa, mas excitante.

Tudo começou pela minha queda por um conhecido que morava na outra rua, ele é branco, tem 22 anos, mais alto que eu, tem um corpo normal, é forte (só tem uma barriguinha de cerveja, mas não é problema), tem uma voz grossa que só dele falar já fico excitado e tem umas mãos grandes, grossas e quentes que… Amo apertar a mão dele sempre que o vejo, obviamente, disfarçando.

Pois bem, como ele é conhecido na vizinhança sempre está presente nas festas, resenhas, reuniões sociais e churrascos. Um belo dia teve um churrasco na minha rua, eu e ele fomos, ele começou a beber enquanto isso eu ficava olhando ele o tempo todo (ele meio que percebeu) quando ele resolveu se molhar no chuveirão (obs: ele estava com um short de futebol) o short molhou e como era branco… Ficou meio transparente e dava para ver a rola dele.

Ele chegou perto de mim e começou a falar com o meu tio (detalhe: ele é amigo do meu tio ), nisso não tinha como eu não olhar para aquele volume imenso e dava para ver direitinho, parecia que a cueca era branca também, ou seja, só facilitou… Enquanto ele falava com o meu tio, notei que ele me olhava e mordia aqueles beiços (vermelhos, grandes, carnudos e rosinha…), Sorria para mim e olhava para baixo… Pensei que ele poderia está me olhando, mas logo depois ele foi embora.

Alguns dias depois, meu tio pediu para eu pegar um dinheiro com esse conhecido que é amigo dele, em um bar. Fui, quando cheguei logo avistei ele, me aproximei e enquanto eu falava com ele… Ele pôs a mão na minha bunda e começou a me alisar, sorri e fiquei falando mais são para enrolar, peguei o dinheiro e quando sai, ele apertou a minha bunda, deu um tapinha e sussurrou no meu ouvido “vai lá, delícia”… Ninguém viu, estávamos de costas para a parede e bem colados.

Dei o cuzinho pela primeira vez ao vizinho casado

Depois ficamos nessa de toda vez que ele me via apertava a minha bunda na encolha, até mesmo perto da namorada dele rs, mas nunca aconteceu nada além disso, até pensei que era só brincadeira.

Algum tempo depois ele noivou e se mudou para uma casa em frente a minha… E passamos a ficar só na troca de olhares na rua.

Finalmente, chegou o tal do dia… Ele pediu uma caixa de cerveja emprestada ao meu tio e eu fui levar, quando cheguei lá ele pediu que eu entras se e colocasse a caixa lá dentro, quando abaixei para colocar a caixa no chão ele apareceu atrás de mim, praticamente me sarrando e sus surrando no meu ouvido “vamos lá no meu quarto rapidinho, minha mulher não está em casa”… Como não sou bobo, fui!

Cheguei no quarto, ele trancou a porta… Se aproximou e me beijou, foi um beijo quente, intenso e inesquecível… Começamos a nos agarrar, ele apertava a minha bunda e eu o pau dele.

Quando arriei as calças dele e dei de cara com aquele pauzão raspadinho da cabeça rosinha, devia ter uns 22 cm, coloquei a boca chupei, mamei, babei enquanto ele bebia cerveja com uma mão e segurava meu cabelo com a outra… Logo em seguida me pegou no colo enquanto me beijava me jogou na cama, logo fiquei de quatro…

Tirou a minha roupa… E disse: “que cuzão, já está até raspadinho… Estava me esperando delícia?!”

Lambeu meu cú até deixar molhadinho, colocou aquele cabeção e foi entrando dentro de mim, conseguia sentir aquele negócio me arregando e pulsando dentro de mim, doía, mas me dava muita tesão…

Quando finalmente entrou tudo, foi onde ficou bem melhor, ele botava dentro de mim com tanta força enquanto dava alguns tapas na minha bunda e apertava.

Trocamos de posição, ele sentou e era a minha vez… Sentei em cima dele, enquanto quicava gostoso o beijava ao mesmo tempo as vezes ele parava para beber um gole da cerveja, e eu passava as mãos pelo o corpo inteiro dele, braços, costas, cabelos… Nisso, ele só segurava a minha bunda e apertava nos momentos certos dando bastante tesão, de vez em quando recebia uns tapas de leve… Quando ele me pegou e me levantou me jogou de costa para a cama e ficamos tipo papai e mamãe, enquanto ele metia com força no meu cú coloquei as mãos nas costas dele e fui descendo até a bunda e comecei a apertar a polpa dele, não era grande, mas dava tesão…

Ele metia muito gostoso, gemia baixinho e respirava ofegante enquanto sussurrava putaria no meu ouvido “delícia, cachorra, cú gostoso, vou querer te comer toda hora e vc vai me dá esse cuzinho, que rabão gostoso… Quando eu gozei sem ao menos ter tocado no meu pau foi a melhor gozada de todas… Trocamos de posição, fiquei em cima dele enquanto ele estava deitado, virei de costas, e comecei a sentar alisando as pernas dele com as mãos das coxas até o pé, cheguei a até chupar o dedão dele…

Ele disse que ia gozar que não aguentava mais de tanta tesão, quiquei mais um pouco, saí e comecei a masturbar até ele gozar, quando ele gozou coloquei a boca e comecei a mamar, ele gemeu alto, não aguentou, e depois ficou respirando forte enquanto o mamava cheio de porra na boca… quando me levantei e ele disse que foi a melhor transa que ele já teve… Me senti especial, peguei as minhas roupas e levei a cueca dele como lembrança (e ainda tinha o cheiro da rola dele) e fui saindo… e ele disse:

Ele: tchau delícia, olha… Sigilo, tá?

Eu: Ok, amor!…

Ele: Não fala isso, se não eu me apaixono e vou querer replay

Eu: é isso que eu quero…

Ele: até a próxima…

Sai todo feliz e passei a me encontrar com ele mais vezes, mas essas histórias fica para outro dia e são muito boas as desculpas que inventamos para os nossos encontros kkkkkkk

Posts relacionados

Dei gostoso para o motorista de aplicativo no fim da festa Dei gostoso para o motorista de aplicativo no fim da festa
Era madrugada de sábado para domingo, numa noite fria de inverno. Saí da balada por volta de 05 da manhã, quando chamei um...
Transando no meio da Parada Gay Transando no meio da Parada Gay
Minha primeira vez na Parada Gay foi inesquecível... Ainda mais porque durante o evento, arrumei um macho forte e parrudo, que me...
Dei o cu para um coroa maravilhoso Dei o cu para um coroa maravilhoso
Era um passatempo aos finais de tarde, curtir um cine privê no centro da cidade. Aproveitava para matar algumas horas e assistir...
Troca troca para a vida toda: pau inesquecível do meu amigo Troca troca para a vida toda: pau inesquecível do meu amigo
Olá, tenho 44 anos, 1,69 de altura, pratico academia a 3 anos, me considero hétero, gosto de ir em festas, saio com mulheres,...
Acabei relaxando para o amigo e ele me comeu Acabei relaxando para o amigo e ele me comeu
Olá meus amigos leitores dos contos, vou compartilhar com vocês uma história que aconteceu comigo a uns anos atrás. Para...
O dia que dei para o meu melhor amigo O dia que dei para o meu melhor amigo
Olá, hoje vim contar o dia em que transei com o meu melhor amigo pela primeira vez porque hoje em dia transamos direto. Sempre...
Tesão em dar o cu ao vizinho coroa Tesão em dar o cu ao vizinho coroa
Há poucos dias escrevi aqui como me tornei a amante vadia,  mas houveram muito mais transas, houve um vizinho nosso que era...
Perdi a virgindade do cú para o meu vizinho casado Perdi a virgindade do cú para o meu vizinho casado
OlÃá tenho 18 anos, sou meio forte, moreno e tenho 1,70. Vim contar o dia em que perdi a virgindade do meu cú e é um pouco...
Meu vizinho gostoso e uma foda maravilhosa Meu vizinho gostoso e uma foda maravilhosa
Foi num churrasco da ultima copa do mundo que nos conhecemos, meus vizinhos resolveram fazer um churrasco para acompanhar os jogos...

(0) Comentário(s)

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet brasileira. Um enorme acervo de temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais contos de sexo! Quer contribuir? ENVIE SEU CONTO. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em Contato que removeremos imediatamente.

porno - xvideos - contos eroticos - contos erótico - quadrinhos eroticos - porno amador - porno brasil

© 2014 - 2021 - Contos Eróticos → Os Melhores Contos Eróticos e Sexo (2021) Todos os direitos reservados.