Perdi a aposta com meu irmão e ele comeu minha namorada

Fiz uma aposta com meu irmão e ele acabou comendo minha namorada safada. Eu sou o irmão mais novo, tenho 23 e o JP meu irmão mais velho, tem 28. Ele sempre foi mais safado que eu e sempre teve o maior tesão na minha namorada. A gente se conheceu numa festa, ele tava louco pra comer ela, mas quem acabou se dando melhor fui eu que tracei a gatinha e comecei a namorar firme com ela a 2 anos.

Ela é um tesão, loirinha, pele branquinha, bunda perfeita, seios médios rosadinhos e olhos castanhos esverdeados. Toda vez que rolava algo aqui em casa, o JP secava ela e eu vivia zoando ele, contando as coisas que a gente fazia, minha mulher levava no cu bem gostoso, me chupava como ninguém e meu irmão vivia doido com o que eu contava.

A Vivi, minha namorada, adorava o efeito que causava no meu mano, ela fazia questão de aparecer aqui em casa usando cada shortinho curto, topzinhos que mostram seu umbiguinho perfeito de ninfeta de 19 anos. Meu irmão ficava doido por ela.

Um dia eu tava com ele tomando umas biritas e ele começou a contar de uma gata que ele tava pegando. e contando de como ela fodia gostoso e dava o cuzinho com vontade. Aí eu comecei a contar da minha enquanto a gente assistia um jogo do flamengo contra o vasco. Eu sou vascaíno doente e ele flamenguista. Ele resolveu apostar o placar do vencedor e eu acabei topando. Ele disse que minha namorada dava corda pra ele, mas que só comeria se eu autorizasse, então ele perguntou se eu toparia apostar nossas namoradas, eu disse que sim, crente que eu ia ganhar.

Acabou que eu perdi, ele ficou todo animadinho e queria saber como faria pra comer minha namorada, mas mandei ele se virar de um lado e eu ia dar umas indiretas nela. Na verdade a ideia de ser corno me dava tesão sim.

Eu comecei a botar a ideia na cabeça da minha namorada, primeiro ela se fez de ofendida, e depois ela viu que eu ficaria de boa se ela desse para o meu irmão, daí comecei a notar ela dando mais corda pra ele, com o maior jeitinho de puta.

Um dia ficamos só nós três em casa conversando, tomando cerveja e fazendo um churras de leve pra aproveitar que nossos pais tinham ido passar o fim de semana no sítio dos nossos avós.

Era cerveja rolando, música tocando e meu irmão secando a vivi. Ela bebeu também, começou a dançar de um jeitinho bem safado, só de shortinho e biquíni. Ela entrou na piscina e chamou a gente, mas eu tava relaxadão tomando uma e não fui, mas meu irmão não perdeu a chance e foi lá. Os dois começaram a brincar, eu fui lá dentro dar uma mijada e quando voltei vi ela encostada na borda da piscina e ele atrás dela com certeza roçando o pau na sua bunda.

Eu cheguei e ela cortou ele.

-Pode continuar, mas deveriam ter esperado pra eu participar da festinha né seus porras?

Eles sorriram e não demorou muito para o meu irmão e ela ficarem no maior beijão, um passando a mão no outro. Ele tirou o biquíni dela, caiu de boca nos seus peitos rosadinhos e ela começou a gemer igual putinha como sempre.
aposta
Ele levantou ela da piscina, saiu junto com ela e na beiradinha ele colocou o pau pra fora e fez ela chupar na minha frente. Começou a mamar gostoso, meu pau deu uma latejada e foi uma delícia.

Fiquei ali duro vendo ela chupar a pica dele com a maior cara de safada.

-É irmão, sua mulher chupa gostoso pra caralho mesmo.

Ela sorriu safada e continuou mamando, foi um tesão quando ela parou, levantou, e empinou o rabo esfregando na pica do JP. Ele abaixou o biquíni dela, meteu o pau na beiradinha do seu rabo e começou a roçar, deixando ela louca, gemendo e com cara de safada.

Foi gostoso demais, depois ele não se aguentou , botou ela de quatro, segurou pelos cabelos e começou a comer a bucetinha dela por trás. A putinha me chamou com as mãos, me aproximei e ela mandou colocar minha pica pra fora. Ela chupou gostoso pra caralho, foi o maior tesão ela me chupando e dando o cu.

-Que gostoso, vocês dois são bem safados né? que tesão!

A gente continuou fodendo ela todinha, foi só pica na boca e na buceta.

-Quero dar para os dois, vamos lá pra dentro que fica melhor.

A gente entrou, ela tirou o resto do biquíni, me fez deitar na cama e encaixou a bucetinha no meu pau, depois meu irmão safado foi e encaixou no cuzinho dela. Foi foda, o pau dele no cu e o meu na buceta, arrombando ela toda, parecia que ia rasgar tudo, mas ela não parava de gemer e pedir piroca, que safada.

-Aiii, tô toda arrombada já, fico com tesão demais, metem forte vai, me rasga toda porra!

A gente aumentou as bombadas e ela gritava de prazer, era um tesão da porra e logo não aguentei e gozei gostoso pra caralho na buceta dela, depois meu irmão deu mais umas bombadas e gozou no cuzinho dela, foi delicioso demais ver minha namorada toda arrombada pelo meu irmão.

Depois disso comecei a ver com outros olhos minha namorada dando pra outros caras.

Categorias:

Contos de Traição