Satisfazendo um ex presidiário

Fui passar uns dias na casa do meu pai, fazia tempo que eu não andava na cidade dele, desde pequena que eu não andava, ele e minha mãe separaram eu era muito novinha, então só ele que andava na minha cidade, mas isso tudo mudou, comecei a ter mais amizade com meus familiares paternos, e assim agora tenho mais motivos pra ir lá. Já tinha uns dois dias que eu tinha chegado, e vi aquele homem tão bonito passando, perguntei a uma prima:

Transei com um ex bandido

– Quem é aquele homem?!

Fiquei mesmo impressionada, além de lindo muito fechado, passou sem olhar pra nossa direção. Minha prima disse:

– Esse homem eu não sei quem é não, nunca o vi por aqui, mas é um tipão, viu, eita homem gostoso!

E é todo malhado, cabelo curtinho, alto, rosto incrivelmente lindo, ele é um macho que chama atenção, tanto que fui dormir pensando nele, eu nunca tinha ficado daquele jeito, me faltou o sono, fiquei na minha cabeça fazendo Fantasias com ele, minha buceta molhou, eu realmente estava com tesão no homem misterioso, ele estava fazendo eu me tocar, fechei os olhos e botei a mão na minha buceta, eu estava de pijama, fiquei massageado meu clitóris, tirei a calça do pijama, abri as pernas e a masturbação aconteceu, estava focada, eu estava parecendo uma cachoeira, e me tocando, pensando nele, imaginei aquele homem grande em cima de mim, chupando meu corpo, pegando em mim com aquelas mãos enormes, me beijando…quando vi eu já tava gozando, nunca foi tão rápido um orgasmo, eu tinha que fazer alguma coisa pra ter aquele homem dentro de mim. No outro dia sentei no mesmo local, dessa vez eu estava só e decidida a falar com ele, esperei e la vinha ele no mesmo horário, aquele gostoso ia passando e eu falei:

– Oi, você, venha aqui, por favor!

Ele me olhou e disse:

– Eu?!

Eu dei um sorriso e disse que sim com a cabeça, ele veio andando todo sério e eu olhando pra ele sem tirar o olhar, e ele me olhou também, nossa quase gozo, eu fantasiei demais aquele macho. Quando ele chegou eu tive que desenrolar, sabia bem o que eu queria, e não ia perder a oportunidade, eu disse:

– Você é daqui mesmo?!

Ele falou:

– Não, mas já moro aqui tem um tempo, por que a pergunta?

Eu então disse:

– É por que não sou daqui, andei quando era pequena, então pensei que as vezes a gente poderia ter se visto antes, mas pelo visto não, né?!

Ele balançou a cabeça que não a ia saindo…e eu falei:

– Ei, gostei muito de você, do seu jeito sério, vou direto ao ponto, quero transar com você, tô doida pra te dar!

Ele me olhou com um espanto, mas gostou, então falou:

– Tem certeza disso?!

E eu disse:

– Muita certeza, eu não sou daqui, daqui uns dias já vou embora, e antes disso queria sentir seu pau na minha buceta, estou cheia de tesão!

Ele disse:

– Pois você venha comigo, você não imagina o quanto eu estou sedento por sexo, eu vou te falar a real, estava preso, sai ontem, você me viu passando aqui, não tenho namorado, esposa, e lá na prisão nunca comi homem, estou há uns anos sem enfiar a pica numa buceta então você tem certeza que aguenta a pressão?!

Por incrível que pareça aquilo me deixou com mais tesão, eu ia ser a primeira mulher dele depois de anos preso, o tanto que ele ia se satisfazer com meu corpo não estava escrito. Para falar a verdade eu nem pensei no crime que ele tinha cometido, não me preocupei, e não mesmo hora fui com ele, adrenalina estava correndo solta nas minhas veias, cheia de tesão, eu estava tão feliz.

Avisei a minha prima que eu ia dar uma saidinha se meu pai perguntasse eu tinha ido na rua olhar lojas de roupas, fui com ele de Uber, e passei o endereço por mensagem a minha prima, se acontecesse algo eu tinha ido pra lá. Chegamos, era uma casa muito bonita, eu perguntei a ele de quem era, e ele disse:

– Essa casa é minha, vamos entrar logo, quero enfiar gostoso em você, estou louco pra isso!

E cada vez mais eu ia ficando excitado, esse homem tinha cheiro de macho, cara de macho, corpo de macho, e eu sou louca por um macho. Quando entramos ele fechou a porta e veio pra cima de mim, me pegou pela bunda e começou a me beijar, e eu beijando também, intensamente, ele era bem cheiroso, beijo gostoso, nunca eu ia dizer que ele esteve preso, mas estava esfomeado, o rola dela parecia uma pedra, e enorme, eu tirei a sorte grande, viu, ia ser comida por um pau enorme e duro, aquele homem ia dar show, era só esse meu pensamento.

Ele arrancou minha roupa, na verdade rasgou minha roupa, tirou com muita pressa, ele estava tomado pelo cio, tirou a roupa dele, eu vi aquela rola enorme, me assustei, mas sabia que eu aguentava, estava piscando por ela. Ele primeiro foi fazer um oral delicioso, ele disse enquanto me chupava:

– Sinto gosto da sua buceta na minha boca, que delícia, se pudesse tava com ela na boca todo dia, como você é gostosa e safada, sinto que hoje eu vou te comer muitas vezes, pra meu pau baixar aqui vai ter que ser muitas gozadas. Enquanto ele falava eu me contorcia, eu estava no meu primeiro orgasmo!

Bandido comeu minha buceta

Depois de jantar minha buceta ele foi pra meus seios, deu aquela caprichada, chupou, mordeu, pegou, na verdade ele não é um ogro, é um homem muito atraente, ele tem cheiro de sexo, e manda super bem na cama, com certeza. E foi fazendo muito carinho em mim, me estimulando, e eu não poderia deixar de satisfazer aquele homem, que a boca no pau dele, fui com tudo, mostrei minhas habilidades com a boca, chupei tanto, teve uma hora que ele estava fodendo com minha boca, estava parada com a boca aberta só recebendo aquela rola enorme, e ia até a garganta, fiquei toda vermelha, ele gozou, e eu engoli parte do leite quente, a outra parte foi saindo da boca e me deixou toda melada, ele veio e me beijou, deitamos, ele por cima de mim, eu pensei em dar uma pegada no pau pra ele a ficar duro, mas quando olhei ele já estava enorme de novo, pronto para entrar na minha buceta, estava de pernas abertas e o pau já lá na boca pra entrar, ele foi metendo, metendo, até que entrou, o bicho é grosso, mesmo eu bem lubrificada ainda deu um trabalho pra entrar, mas depois que entrou, nossa, que coisa gostosa, eu nunca tinha sentido um prazer igual, eu relaxei, só queria ser comida por aquele homem, deixei ele bem a vontade, eu disse:

– Me coma como quiser, você é um poço dos meus desejos, eu nunca mais vou viver uma experiência dessa na vida, sei que sempre quando estiver transando com alguém é você que vai vir na minha mente!

Eu nem precisei fantasiar nada na minha cabeça, para entrar no clima para sentir tesão, aquele homem já era o meu clima o meu tesão, e assim seguimos, eu cheguei na casa dele dez horas da manhã, e só fui pra casa no outro dia de tarde, e sério, não dormimos, só cochilos, pois toda hora a gente transava, foi o sexo mais intenso que eu vivi, o homem não parava, ele é uma máquina de foder, e de dar prazer, por que nenhuma hora que fizemos eu não gostei, sempre eu gozei e sentir prazer… Mas eu sempre falava com meu pai disse que estava na casa de uma amiga que nunca mais tinha visto ia dormi lá.

Na hora de ir embora nós pedimos com um beijo bem gostoso, ele deu uma chupadinha na minha buceta, e disse:

– Volte logo, já estou com saudades de você, eu estava na seca há anos, você me ajudou a sair, e agora vai ter que vir sempre pra eu te agradecer, sabe que aqui só vai ter prazer, sempre que estiver precisada de gozar, de sentir prazer venha aqui, estou com meu pau sempre aqui pra você!

Eu fui embora, mas com gostinho de quero mais, por mim eu ficaria o mês todo lá só transando com aquele homem da porra!

Tô contando aqui para vocês essa minha experiência de melhor foda sabe por que? Por que estou voltando pra casa de meu pai, passar as férias, amei o lugar, e estou precisando relaxar, será que vou voltar fodida? Tomara! Kakakakakaka

(0) Comentário(s)

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Sobre
Melhores Contos Eróticos Grátis. Site de Contos eroticos e porno, contos de sexo, incesto, traição, vizinha, emprega! Quer contribuir? ENVIE SEU CONTO. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em Contato que removeremos imediatamente.

Os contos eróticos são narrativas que exploram a sensualidade e a sexualidade de forma criativa e estimulante. Eles são uma forma de arte que permite aos escritores e leitores explorarem fantasias, desejos e tabus de maneira segura e emocionante. Em um conto erótico, cada palavra é escolhida cuidadosamente para provocar sensações e despertar a imaginação. As descrições são detalhadas e envolventes, criando um ambiente rico em detalhes e emoções. Os personagens são complexos e realistas, com desejos e impulsos que os levam a situações eróticas e intensas. Os temas abordados nos contos eróticos são diversos e podem variar de romances sensuais a encontros proibidos e explorações de fetiches. Eles oferecem uma visão única da sexualidade humana, explorando as complexidades dos relacionamentos, das emoções e dos desejos mais profundos. Além de estimular a imaginação e despertar o desejo, os contos eróticos também podem ser uma forma de arte terapêutica, permitindo que os escritores e leitores explorem suas próprias emoções e desejos de forma segura e controlada. Em resumo, os contos eróticos são uma forma de expressão artística que celebra a diversidade e a complexidade da sexualidade humana. Eles oferecem uma experiência de leitura envolvente e emocionante para aqueles que buscam explorar o mundo erótico e sensual de maneira criativa e estimulante.
porno - sites porno - contos eroticos - contos erótico - quadrinhos eroticos - Filmes Porno - hentai - Mulheres Nuas - Porno Amador - Xvideos - Videos de Sexo - Videos Pornô Xvideos 10

© 2014 - 2024 - Contos Eróticos → Melhores Contos Eróticos e Sexo (2024) Todos os direitos reservados.