Matando a vontade de sexo

2 votes

Conto de Traíção: Matando a vontade de sexo

Olá, meu nome é Marcelo e tenho muito que contar algo incrível que aconteceu comigo nesses últimos dias, eu tenho até outras experiências anteriores na fila para serem contadas aqui, mas os acontecimentos recentes foram muito excitantes para ficar na gaveta por mais tempo. Vamos lá então:

Depois de me realizar contando minha aventura com Luana, Minha primeira e até hoje amante, eu comecei a convidar algumas pessoas que achei interessantes para serem amigos no site, entre os convites de amizade descobri o perfil de Márcia Fernandes, podem procurar, e adorei o rosto dela na foto – aliás, que rostinho lindo, safadinho e sapeca – convidei-a e pra minha surpresa foi a primeira a aceitar. Comecei ao conversar amenidades sobre os contos dela e tal e em uma dessas conversas ela me revelou que iria postar um conto em que ela faz anal pela primeira vez, eu fiquei maluco imaginando a expressão daquele rosto ao ter um pau invadindo seu cuzinho pela primeira vez, e disse isso a ela, ela então começou a se soltar mais comigo e em alguma mensagem depois ela revelou que teve que se tocar naquela manhã e depois de eu insistir pra saber em quem ela tinha pensado ela disse que era em mim.

Fiquei chocado e excitado ao mesmo tempo, não esperava a resposta, mas meu pau estava duro feito pedra e movido pela excitação comecei a provocá-la ainda mais dizendo sacanagens que ela respondia com seu delicioso “aaiinn”. Em seguida trocamos e-mails e começamos a conversar por Skype, ela me revelou parte de suas taras mas deixando claro que seu tesão era por seu pai, eu continuei investindo até O dia que nos vimos pela webcam, e depois de muita sacanagem e os dois muito excitados propus a ela para mostrarmos partes do nossos corpos pela câmera, ela disse que não faria mas, não me impediria de fazer. Fiz minha parte e fui tirando a roupa, primeiro a camisa, depois as calças e fiquei de cueca branca pra ela ver, e não tirei, esperei ela me pedir pra tirar, e que depois de alguma conversa ela disse pelo microfone:

– Tira pra fora que eu quero ver.

Não me fiz de rogado e tirei, mostrei, punhetei pra ela ver toda a extensão dele, que modéstia a parte não é pequeno, o que me deixou mais excitado foi o que ela me disse depois:

– Ah se você tivesse aqui com esse pauzão.

Na hora perguntei onde ela morava e por coincidência do destino estava a menos de 200 km da cidade dela, disse que se ela quisesse iria até a casa dela no ato, mas ela disse que não que seu pai estava passando do fim de semana em casa, mas que na segunda-feira me ligaria se estivesse com tesão.

Passei o fim de semana ansioso, minha mulher percebeu e perguntou eu disse que eram coisas do trabalho. Na segunda feira fui ao escritório em agonia esperando por um scrap ou ela me chamar no Skype, passei o dia todo assim e nada, estava perdendo as esperanças quando faltava 10 minutos para as 18:00 ela manda um scrap com o número de seu telefone. Liguei na hora ela atendeu com uma voz rouca.

– Oi, sentiu minha falta.

– Muita, fiquei o dia esperando você.

– Não espere mais, quero você hoje.

Meu coração acelerou, mau pau endureceu e eu só consegui dizer estou saindo agora, liguei pra minha mulher dizendo que tinha uma reunião com um cliente importante e saí correndo. A estrada passou que eu nem vi, cheguei à sua cidade e liguei pra ela, ela me deu o endereço de um posto de gasolina e fui até lá, quando cheguei lá estava ela, com a mesma carinha de safada, mas vestida com uma saia solta e uma blusinha levemente decotada, abri a porta do carro e ela entrou rapidamente, e disse:

– Vamos logo antes que eu me arrependa.

Saí com o carro e fomos em silêncio até uma Rua escura onde parei o carro, ela veio até mim me beijando e subindo com suas lindas pernas por cima de mim, que boca deliciosa, macia, molhada e quente, beijei seu pescoço, mordi de leve sua orelha, chupei sua nuca enquanto descia a mão por aquele corpo delicioso passei a mão por sua bocetinha e ela estava sem calcinha e toda molhada:

– Safada, você gosta disso né?

– Gosto, mas tira logo esse pau pra mim, tira.

Fiz o que ela mandou e observei enquanto ela me olhava com surpresa e tesão:

– Que grande, adorei.

Ela começou a bater um punhetinha devagar e leve, ela sabia como fazer, tinham ensinado bem a safada, e depois ainda olhando pra mim ela desceu devagar com a boca e passava a língua na cabeça do meu pau com carinho e devagar, depois abriu bem a boca e foi tentando abocanhar o meu pau, enfiou o que conseguiu e chupou num vai e vem delicioso, com sua mãozinha batia de leve uma punheta e a outra massageava minhas bolas, estava delicioso e eu sabia que iria gozar a qualquer momento, então levantei ela e joguei no banco do passageiro, me posicionei pra chupar aquela bocetinha linda, e que cheiro maravilhoso que tinha, cheiro de fêmea, passei a língua da coxa até a virilha várias vezes só pra ver ela se contorcer, depois coloquei minha boca em sua xaninha e comecei a sugar seu grelinho, parava pra passar a língua na entrada de sua grutinha, e depois voltava ao grelinho e ela gemia:

Matando a vontade de sexo

– Isso me chupa safado, chupa, me faz gozar na sua boca.

Eu continuava atendendo seus pedidos, então ela começou a estremecer levemente e contrair a pélvis enquanto apertava meu rosto na direção dela e então gozou gostoso.

– Aaahhh, delíciaaa, vem me come, me come que estou maluca por você.

– O que você manda eu obedeço, meu tesãozinho.

Posicionei meu pau na entrada e fui empurrando devagar até o final, ela gemia e me arranhava como uma gata, tirei tudo e repeti tudo de novo, ela começou a gemer dessa vez mais baixinho:

– Me come, delicia, me come todinha, vai.

Por mais que eu goste que me xinguem na hora H, eu estava adorando aquela gatinha manhosa me pedindo pra comer ela. Eu fui enfiando o que conseguia naquela boceta deliciosa, e ela gemia, a principio baixinho mas quando fui aumentando a pressão ela começou a gemer alto:

– Me fode, me fode, delíciaaaa… Assim eu gozo de novo, me fodeeee.

– Que buceta gostosa, tesão, ta sentindo meu pau te enchendo tá?

– To, me enche com esse pauzão, que tesão… Aahhhh to gozandoooo.

– Eu Tb vou gozar… AAAAAhhh

Não consegui me segurar e gozamos juntos, despejei muita porra dentro dela que escorreu pelas pernas e ela quase desfalecida passava os dedinhos e lambia a porra que saía.

– Safada, não perde nada, não é?

– Ta uma delicia, se soubesse que era tão bom tinha te chamado antes. – disse me abraçando e beijando minha boca, senti o gosto da minha própria porra mas não podia negar um beijo tão gostoso e entregue, ela olhou pro meu pau que murchava e disse:

– Um dia isso vai caber no Meu Cuzinho.

– Pode ser hoje se quiser.

– Hoje não agüento mais nada, mas prometo que será em breve.

Me deu outro beijo enquanto pegava uma toalha que carrego no carro pra se limpar e disse:

– Me deixa no posto de gasolina que ainda não quero que saiba onde eu moro, ok?

– Ok, quem sou eu pra questionar.

Ambos rimos e só me coube obedecer, afinal queria muito poder comer aquela delicia de novo. Bom isso tudo aconteceu a duas horas e ainda está fresquinho no meu gosto e na memória e agora só me resta aguardar até amanhã pra conversar Com minha querida Marcinha. Que amanheça logo.

Posts relacionados

Aniversário de Casamento: Festa em família ADS Aniversário de Casamento: Festa em família
No aniversário de casamento, a esposa tem uma bela surpresa para presentear. Ela traz a filha para participar do sexo de comemoração em família...
Transei com a mulher do meu irmão Transei com a mulher do meu irmão
Relato de como transei com minha cunhada Eu me chamo Saulo e vou contar como transei com a mulher do meu irmão, a Kátia, uma...
Transando com a concunhada Transando com a concunhada
Sou casado há 15 anos. Tenho 38 anos e casei-me com minha esposa que era minha colega de classe no 2o grau. Uma amiga dela...
Tocando um siririca assistindo vídeo pornô Tocando um siririca assistindo vídeo pornô
Meu nome e Fabiana (*) tenho 19 anos, 1,76 de altura. No carnaval desse ano eu perdi minha virgindade, estava com 18 anos, foi aí...
Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis ADS Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis
Porno com Mulheres dando o cuzinho no melhor do sexo anal grátis com safadas fudendo muito na pica dos seus machos.
A mãe tarada e o filho nerd ADS A mãe tarada e o filho nerd
A mamãe tarada e o filho nerd, num bom conto erótico em formato de quadrinhos, onde como pode ver, a mamãe não vai liberar a piroca do filho e cair de boca...
Dei minha buceta para o atendente da lanchonete Dei minha buceta para o atendente da lanchonete
Conto Heterossexual: Dei minha buceta para o atendente da lanchonete Dei minha buceta para o atendente da lanchonete. Me...
Metendo gostoso com a minha enteada Metendo gostoso com a minha enteada
Conto de Incesto: Metendo gostoso com a minha enteada Metendo gostoso com a minha enteada. Olá, sou o Paulo, tenho 40 anos,...
Goza Não Amor Goza Não Amor
Conto Erótico Goza Não Amor O seu olhar continuava fixo em mim, o cheiro do seu perfume era penetrante e ele aplicadamente...
Fiz uma surpresa para esposa na intenção de virar corno Fiz uma surpresa para esposa na intenção de virar corno
Olá me chamo Igor* 43 anos casado a 15 anos com minha esposa linda Daniela* uma moreninha linda, ela é perfeita seios medianos,...
Transando com o pai da minha colega Transando com o pai da minha colega
Gatinha não aguentou e acabou transando com o pai da amiga Sou a Gabriela, tenho 22 anos, e aos 18 acabei transando com...
Ninfetinha safada me deixou de pau duro Ninfetinha safada me deixou de pau duro
Ninfetinha safada me deixou de pau duro Sou o Carlos, moro no interior de São Paulo e aqui na minha cidade pequena tem uma...

(0) Comentário(s)

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet brasileira. Um enorme acervo de temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais contos de sexo! Quer contribuir? ENVIE SEU CONTO. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em Contato que removeremos imediatamente.

porno - xvideos - hentai - xvídeos - xvideo - porno amador - porno brasil - Acompanhantes BH

© 2014 - 2020 - Contos Eróticos BR: Contos de Sexo, Pornô, Traição, Incesto Todos os direitos reservados.