Fudendo a nova namorada virgem do interior

A namorada virgem do cara acabou liberando

Eu consegui arrumar uma nova namorada virgem, depois de passar anos na gandaia só comendo as putinhas que eu conhecia na balada. Eu me chamo Isaac, sou um cara boa pinta, branco, olhos castanhos, cabelos lisos, barbudo, 25 anos. Sempre fui safado pra caralho mas arrumava tanta mulher mais safada do que eu que não pensava em namorar com ninguém, até que conheci a Bruna, uma moreninha magrinha de uma cidade bem do interior, 18 anos, inocente e virgem. Ela é afilhada da minha tia, mas nunca tive contato com ela, só quando conheci a gatinha aos 18 mesmo. Ela terminou o segundo grau e ganhou uma bolsa para um cursinho pré vestibular aqui na cidade.

Quando ela chegou, eu que vivia na casa da minha tia, passei a ir lá mais ainda. Foi uma coisa muito foda, achei ela gostosa pra caralho quando eu vi essa moça, um corpinho lindo, carinha de inocente, perfeita. Foi uma bela surpresa saber que ela era tão linda e gostosinha. Me ofereci pra ajudar ela, minha tia adorou, eu ia todos os dias buscar ela de carro pra levar para o cursinho e aos poucos fomos nos aproximando cada vez mais, até que um dia não aguentei e beijei ela.

A coitada ficou bem tímida, eu achava mais sexy esse jeitinho, e depois disso começamos a namorar, minha tia não gostou muito, ela sabia que eu sempre fui safado, então não queria que eu sacaneasse a Bru. Eu acabei entrando na linha, fiquei um tempão sem aprontar, mas depois de 2 meses de namoro com ela, eu já não aguentava mais ficar sem sexo, eu já não aguentava mais ficar só na punheta.

Ela tava difícil, a gente ficava no carro, os amassos ficavam cada vez mais quentes e ela pulava fora. Com o tempo depois de muito insistir eu consegui fazer ela cair de boca no meu pau, ela chupava meio desajeitada, mas me deu muito tesão ver aquela gatinha fazendo aquilo pela primeira vez comigo, uma delícia. A gente ficou ali, mas depois de me chupar ela pediu pra eu não gozar na boca dela. Bom, eu tirei o pau e gozei fora, mas a vontade que eu tinha era de gozar mesmo, bem gostoso na boquinha dessa safada.

Os meses foram passando, uma hora não aguentei e reservei um hotel pra gente passar um fim de semana romântico, ela ficou animada, aí pensei, agora vai ser a chance de deixar ela mais soltinha. Curtimos a piscina do hotel, uns drinks, foi bacana, dai a noite ela foi tomar banho, saiu de toalha do quarto, eu fiquei louco pra ver o resto, levantei, me aproximei e beijei a safadinha. Ela ficou bem nervosa, não conseguia nem olhar pra minha cara mas me beijou gostoso.

-Gatinha, você é tão linda, deixa eu ver um pouquinho vai, tô tão curioso pra ver o resto, deixei você ver meu pau e até provar.

Ela então tirou a toalha, vi essa gostosa peladinha, linda, perfeita, os peitos bem durinhos, bundinha perfeita, cinturinha fina, linda essa gatinha. A gente começou a se beijar gostoso pra caralho, senti meu pau endurecer, o corpo dela ficar quente, ela se arrepiou quando comecei a beijar o pescoço dela, senti ela suspirar, beijei sua boquinha gostosa, desci de novo, alcancei seus peitos, comecei a chupar e ela ficou louca, começou a gemer baixinho, toda tímida.

Fui deitando ela na cama, subi em cima dela e beijei gostoso pra caralho essa boca. Ela não conseguia nem olhar na minha cara, tava muito tímida. Cheguei pertinho dela, no ouvido e enfiei minha língua todinha lá. Ela de repente falou que tava super nervosa, ela chegava a tremer.

-Eu tô nervosa amor, não sei o que devo fazer.

-Relaxe, gatinha! não precisa ficar nervosa, só fica tranquila, vai ser bem gostoso, prometo.

Continuei os beijos, tirei minha roupa, meu cacete duro pulou pra fora bem na cara dela, que tesão que me deu, meu pau encostado na parte de cima da sua buceta, bem duro, a gente trocando beijos, chupadas no peito dela, eu ouvindo o gemidinho, até que escorreguei uma mão para baixo e senti sua buceta toda molhadinha, puta que pariu, fiquei louco, que buceta gostosa da porra.

-Safada, tá toda molhadinha já né? que delícia!

Ela sorriu tímida, comecei a tocar uma siririca gostosa pra ela, ela ficou se contorcendo, gemendo, colocava a mão na boca pra abafar os gemidos, ficou louquinha de tesão, foi uma delícia do caralho.

-Não precisa abafar os gemidos não amor, geme gostoso pra mim, é uma delícia.

Depois que falei isso ela começou a gemer mais de boa, fui descendo, cheguei até sua bucetinha gostosa, dei uma chupada boa do caralho no seu grelinho, dei uma metida de língua na sua buceta, foi uma delícia do caralho, a buceta dela tem um gosto delicioso, não me aguentei, soquei a língua bem fundo mesmo, ela se contorceu mais ainda, gemeu alto, achei ótimo que ela já tivesse sentindo prazer na primeira vez dela, uma coisa deliciosa.

  • Amor, vou encaixar meu pau, fica relaxada e bem abertinha, vai ser gostoso.

Ela abriu mais as pernas pra mim, fui encaixando o pau, ela ficou nervosa de novo, parei, beijei sua boca gostosa, depois eu fui metendo aos poucos, ela reclamou um pouco de dor, eu tinha que parar relaxar ela de novo e ir botando, atpe que botei tudo. Ela deu um grito abafado, disse que tava ardendo, eu disse que ia passar, perguntei se queria que eu tirasse, ela disse que não, então eu continuei e comecei metendo bem devagar.

No começo ela tava sentindo dor, então beijei sua boca, seu pescoço, chupei seus peitinhos e aí senti ela relaxando de novo, aí voltei a meter meu pau na sua buceta gostosa, ela tava doida pra dar, foi uma delícia, ela começou a gemer de prazer, meu cacete entrando, foi uma delícia de putaria quente entre eles. Meti pra valer.

Pedi pra ela sentar em cima de mim, vi um pouquinho de sangue mas continuei fodendo ela, foi tão bom, ela ficou toda soltinha, rebolou no meu colo, gemeu, e eu gozei gostoso dentro da sua bucetinha. Depois dessa fodinha a gente passou a transar todo dia, quem diria, mas minha namorada tímida virou a maior putinha safada, louca pra dar.

Posts relacionados

A Filhinha do Papai A Filhinha do Papai
Família Sacana em: A Filhinha do Papai Neste episódio, A Filhinha do Papai acorda e resolve ajudar seu pai que está trabalhando. Ela prepara um café da manhã reforçado e leva para...
Leia completo
Virei puta por um dia e fiquei viciada em rola Virei puta por um dia e fiquei viciada em rola
Contos de Fetiche: Virei puta por um dia e fiquei viciada em rola Virei puta por um dia e fiquei viciada em rola Não sei o que deu em mim e nem como essa curiosidade começou, mas por...
Leia completo
Dei minha buceta para o atendente da lanchonete Dei minha buceta para o atendente da lanchonete
Conto Heterossexual: Dei minha buceta para o atendente da lanchonete Dei minha buceta para o atendente da lanchonete. Me chamo Adriele, tenho 19 anos, sou loirinha, tenho 1,60 de...
Leia completo
Primeira transa com travesti Primeira transa com travesti
Contos eróticos com traveco: Primeira transa com travesti Oi, vou contar como começou o meu gosto por travestis e consequentemente por pau. Sempre achei que curtia mulher, tive...
Leia completo
Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet. Um enorme acervo com diversos temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais! Caso tenha alguma contribuição, nos envie seu conto através do nosso link ENVIE SEU CONTO. Diversos contos de nosso site são retirados de outros sites. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em contato que removeremos imediatamente.
Contos Eróticos BR© 2015 / 2019 - Contos Eróticos BR Todos os direitos reservados.