Eu e meu marido arregaçados pelo negão

Eu sou casada, sempre gostei de um negão, sou morena, cabelos lisos negros, bunda grande, peitão, daquele estilo rata de academia. Sempre curti me cuidar e hoje com 35 anos eu aparento ter muito menos do que minha idade real.

O Roberto, meu marido, é um homem bonito de 39 anos, a gente optou por não ter filhos pra poder curtir nossa vida de casados e o sexo entre nós dois sempre foi quente.

Eu sempre fui muito gulosa, quando meu marido voltava do trabalho junto comigo, eu já queria levar rola, já ia tomando um banho pra ficar bem cheirosinha e pegava ele de jeito antes de jantar pra sentar na sua piroca gostosa, meu marido sempre me comia bem direitinho.

A gente sempre fez bem gostoso, eu particularmente adoro chupar rola e chupava meu marido com vontade, mas aos poucos as coisas começaram a ficar bem diferentes. O Roberto começou a falar sobre as fantasias dele sobre inversão, eu só tinha visto isso nos vídeos de putaria que a gente assistia mas como sempre fui liberal, começamos a introduzir brincadeiras com o cu do meu marido.

Eu passei a meter um dedo enquanto ele me comia e notava o quanto ele ficava mais ainda de pau duro levando dedadada no rabo.

Com o tempo fui ficando excitada com o que rolava e ele logo comprou uma cinta com um pênis pra gente brincar e primeiro ele comia minha buceta bem gostoso, depois eu colocava ele de quatro e arrombava o cuzinho do meu marido putinho, e assim nossa vida sexual tava uma delícia.

Um dia quando pensei que tava tudo as mil maravilhas, aconteceu algo que me deixou revoltada demais. Eu trabalho como bancária, cheguei em casa mais cedo depois de ter pedido ao meu chefe pra ir resolver uns exames de rotina como sempre faço.

Assim que entro em casa para surpreender o Roberto, vejo ele nu na cama com um negão malhado, parecia aquele cantor Leo Santana, alto, sarado e bem gostoso. O pau dele nem preciso dizer que é gigante. Ainda consegui dar umas boas olhadas nele antes de começar a brigar com meu marido, fiz a maior cena mas meu lado puta falou mais alto.

Meu marido de cabeça baixa pedindo desculpas pelo que tinha acontecido, disse q poderia esclarecer tudo.

-Ahh você traz um homem aqui pra te comer e vem pedir desculpas? Te comer né? porque não acredito quem um negão com uma piroca desse tamanho ia dar o cu pra você. Se você queria isso porque pelo menos não me chamou para a brincadeira?

-Desculpa Paula, eu te amo muito, mas também tenho fetiche de dar para outros homens.

Bom o cara foi embora, conversei com meu marido, ele disse que sempre foi bi mas curtia liberar o rabinho. Pedi pra ele me respeitar e não mentir mais, que ia tentar entender e que quando ele fosse encontrar com esse cara, que fosse em outro lugar que não nossa cama, mas um dia entrei de novo em casa e peguei o sacana do meu marido com o negão de novo. Dessa vez preparei uma surpresinha pra ele, não fiz barulho, tomei um banho, coloquei uma lingerie bem sensual e entrei no quarto com os dois se beijando na cama e disse:

-Nem me esperaram para brincar?

Meu marido tomou um susto mas deixei claro que dessa vez eu ia participar.

Acabei indo na direção do meu marido, dei um beijo na boca dele, ele ficou sem acreditar mas deixou rolar e logo depois deixei bem claro que essa putaria na minha casa só rolaria comigo junto.

Fiquei louca de tesão quando vi o negão de pau duro, coloquei meu marido pra assistir eu chupando aquele cacete duro. O safado ficou louco, tocou uma punheta e logo me deixou com vontade de dar pra os dois.

Logo os dois estavam bem soltinhos na cama, a vergonha tinha ido embora, enquanto meu marido tava deitado e eu chupando ele, o negão veio por trás de mim, encaixou seu pau na minha bucetinha e começou a meter. Eu nem sabia o nome dele, só descobri que era Clóvis.

Ele tem um pau gostoso, enorme e grosso, meu corninho tava adorando.

-Caralho, tá levando pica do meu macho né safada? vou querer te comer também.

Eu gemi, rebolei no pau, dele, entrava fundo na minha buceta, e não parei de chupar meu corninho gostoso e viado, chupei e ele ficou louco.

-Caralho, chupa mais meu pau minha putinha, chupa enquanto ele te fode bem gostoso.

Eu chupei, lambi, mordi e fiz ele gozar gostoso na minha boca, foi um tesão da porra.

Fiquei ali dando a buceta de quatro enquanto sentia o gosto da porra do meu marido na minha boca.

-Isso, me come mais forte vai, come como você fode o cuzinho do meu marido.

O cara se aproximou e veio comer o meu cuzinho, tirou o pau da minha buceta que tava toda arrombada e meteu na minha bunda com vontade. Foi dolorido e bem gostoso, o safado sabia socar com raiva, ele tava destruíndo meu rabinho e mesmo assim achei uma delícia.

O meu marido tava com o pau duro de novo, doido pra participar da putaria e enquanto o Clovis me comia, não aguentei e acabei gozando gostoso. Fiquei toda melada, suada e arregaçada mesmo, tava toda ardidinha mas bem gostoso.
negão
-Pow Roberto, tua mulher é bem gostosa hein cara? que cu apertadinho, vem cá você agora que sei que tu tá louco pra tomar vara.

Meu marido ficou de quatro pra ele e vi ele virar uma putinha com o Clovis comendo seu cuzinho. Os dois ficaram num rala e rola bem gostoso, o cara socando forte e meu marido não deixava de gemer igual a macho.

-Porra cara, tá arrombando meu cu caralho! é assim que eu gosto brother!

-Vocês doi são muito safados, vou querer foder os dois assim sempre!

E eu fiquei ali vendo meu marido ser comido por ele enquanto tocava uma punhetinha. Resolvei dar uma sentada gostosa na cara dele, sentei e esfreguei minha buceta na cara do meu viadinho.

Ele me chupou tão gostoso que eu acabei gozando mais uma vez, deixei ele com a cara toda melada da minha bucetinha gostosa.

Foi a vez do negão gozar no cu do meu marido, vi ele ali arreganhado, suado e com porra escorrendo. Que tesão, esse macho conseguiu arrombar nós dois e me deixou louca.

Depois dessa foda os encontros com Clovis só foram aumentando e a putaria rolando solta a cada um deles.

Categorias:

Contos de Traição