Comecei a transar com desconhecidos na rua

Casada começa a transar com outros

Me chamo Ariane, vou contar como comecei a transar com desconhecidos que eu via na rua ou conhecia pela internet. Eu sempre fui certinha, tenho 29 anos, tenho namorado a 7 anos, mas o Alexandre, meu namorado, parou de me comer do jeito que eu gosto, me sentia muito frustrada e mal comida e olha que não sou uma mulher feia não viu?

Tenho 1,67, olhos verdes, cabelos castanhos lisos, 65 quilos, coxas grossas, peitão, bunda perfeita e uma cinturinha de pilão. Depois de muito tempo namorando a coisa esfriou, sempre gostei de sexo e se antes o sexo era o tempo todo em cada canto da casa, hoje em dia posso dizer q tem 1 ano que meu namorado não me come e nem sinto mais tesão por ele, somente repulsa.

Comecei a ficar viciada em filme pornô, principalmente aqueles que tem negão pauzudo, e toda noite antes de dormir eu curtia ver vídeos de mulheres casadas dando para negões e me masturbava demais. Eu brincava com meu grelinho de um jeito que gozava gostoso várias vezes e ia dormir super relaxada depois de tanto prazer, mas sentia falta de um macho, de um belo cacete grande, grosso e cabeçudo penetrando na minha buceta.

Eu ficava cada dia mais doida pra transar com alguém e comecei a conhecer caras na internet e marcar encontros. No primeiro encontro fiquei tão nervosa, não conhecia o cara direito, a gente passou dois dias conversando, ele me disse que se chamava Marcelo, era um negão alto, forte, levemente sarado, trabalhava numa loja num shopping aqui perto de casa aí eu fui lá encontrar com ele num barzinho. Assim que encontrei com ele rolou uma química instantânea e ele me convidou para um motelzinho ali perto.

Eu tava me sentindo uma louca, a gente tava se beijando no carro, se acariciando gostoso e enquanto ele dirigia, coloquei o pau dele pra fora pra chupar. Tomei um susto imenso quando vi o tamanho daquele cacete. Era grosso, cabeçudo e deve ter uns 22 centímetros. Imaginei logo como minha buceta ia ficar arrombada dando pra ele, mas isso só me dava mais tesão.

Eu me abaixei e comecei a chupar aquele cacetão gostoso. Ele ficou louco, tentava se concentrar no trânsito mas disse que tava difícil, que tava com uma vontade de dar uma trepada gostosa comigo ali mesmo. Eu não interrompi o boquete, chupei gostoso demais e no meio do caminho ele acabou avisando que ia gozar, eu louca de tesão deixei ele gozar na minha boca e engoli cada gota de porra desse macho.

Chegamos no motel, a gente foi tomar um banhozinho relaxante na hidro, trocamos carinhos safados e logo ele acabou ficando de pau duro de novo, mas disse que agora queria provar minha bucetinha também, me deixou de pernas bem abertas e começou a meter a língua bem fundo na minha bucetinha. Eu tava super molhadinha, a cara dele tava toda lambuzada.

Nunca tomei uma línguada tão gostosa como a dele, eu fiquei com uma vontade enorme de dar logo, mas tava tão gostoso, mas tãoooo gostoso que fiquei ali curtindo a chupada e ficando cada vez mais molhada pra ele sentir eu gozando na boca dele.

Gozei bem gostoso, tava ofegante e sensível ainda, mas ele queria mais, seu pau tava duro pra caralho, ele abriu bem minhas pernas, me segurou pelo tornozelo e começou a encaixar a pica, parecia que tava batendo lá no fundo do meu útero de tão grande, gemi gostosinho e ele começou a socar com força, arregaçou minha buceta, , senti ela ficando mais larga a cada bombada que ele dava, eu apertava ele com as pernas, gemia, gritava naquela rola.

-Tá me arrombando toda com sua pica, que delícia, me fode todinha!

-Sua buceta é uma delícia, vou gozar tudinho dentro dela.

Ele me mandou ficar de quatro pra comer meu cuzinho, eu até tremi, ele foi encaixando, aquele pau não queria entrar, eu sofri, mas quando entrou, que delícia! Ele começou a socar no meu cu, foi um tesão, gemi, gritei, pedi mais, rebolei na rola dele e minha bunda ficou toda marcada de tanto tapa que levei.

Depois da gente gozar gostoso, ele me levou de volta para o shopping, peguei um uber e fui pra casa, mas depois disso comecei a ficar viciada, eu ia ao shopping e na praça de alimentação volta e meia conhecia algum cara desconhecido, ia com ele para o motel ou trepava no estacionamento dele, isso se tornou um vício.

Um dia eu tava no cinema, conheci um garotão de uns 20 anos, bem gostoso, loirinho, me ofereci pra sentar com ele, começamos a conversar e logo esse safado me levou para o carro e eu paguei um boquete bem gostoso pra ele. No banco do carro a gente começou a trepar no estacionamento do shopping num medo da porra de alguém ver.

Eu continuo com meu namorado, mas até hoje fico doida pra transar com qualquer homem que vejo na rua, tenho muitas histórias pra contar.

Posts relacionados

Putaria no aniversário da minha tia Putaria no aniversário da minha tia
Conto de Incesto: Putaria no aniversário da minha tia Putaria no aniversário da minha tia. Eu me chamo Juca, tenho uma tia de 50 anos que é muito gostosa, tem um bundão, ela fez...
Leia completo
Tarde Quente de Estudo Tarde Quente de Estudo
Família Sacana em: Tarde Quente de Estudo Em uma tarde quente de estudo, Aninha e sua amiga estão tentando se concentrar, pois o dia da prova está chegando. Porém, nada consegue fazer...
Leia completo
A melhor amiga da minha esposa A melhor amiga da minha esposa
Conto de Traição: A melhor amiga da minha esposa A melhor amiga da minha esposa se chama Paula, elas são amigas desde a adolescência e a Paulinha sempre teve a maior fama de ser...
Leia completo
Virando corno pela primeira vez Virando corno pela primeira vez
Conto de Traição: Virando corno pela primeira vez Virando corno pela primeira vez. Tenho 35 anos, me chamo Zé Carlos e sou casado com a Adriana a 5 anos, mas antes disso namoramos...
Leia completo
Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet. Um enorme acervo com diversos temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais! Caso tenha alguma contribuição, nos envie seu conto através do nosso link ENVIE SEU CONTO. Diversos contos de nosso site são retirados de outros sites. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em contato que removeremos imediatamente.
Contos Eróticos BR© 2015 / 2019 - Contos Eróticos BR Todos os direitos reservados.