ph1cto55596

Transando com meu Sobrinho

Olá amigos,volto aqui para contar mais uma das minhas tantas safadezas.
Depois que comecei a transar com garotos mais novos,comecei a ter muito tesão nisso e sempre que podia transava com algum,mas nunca imaginei que fosse acontecer com meu sobrinho mais novo,até porque não sentia atração por ele,mas isso mudou um dia.Emerson estava com 16 para 17 anos e sempre que vinha em minha casa ou eu ia na dele eu percebia seus olhares,principalmente para minhas pernas e seios,isso aos poucos começou a me excitar e eu comecei a imaginar transando com ele.certo dia Emerson veio aqui em casa sozinho e pediu para usar meu computador para fazer um trabalho de escola,pois o da sua casa havia quebrado,como era um sábado e eu ia sair com meu marido,deixei ele em casa fazendo o trabalho e saímos.Quando chegamos ele já havia ido embora,meu marido quando começou a mexer no pc,me chamou e me mostrou o histórico de navegação,cheio de sites porno que meu sobrinho havia navegado,eu sorri e disse que ele estava bem safado,mas nenhuma safadeza superou o que veio a seguir,quando fui ao banheiro recolher a roupa para lavar comecei a separar as roupas,quando peguei em uma das minhas calcinhas,ela estava toda molhada,eu cheirei e na hora identifiquei que era porra,claro que só podia ter sido meu sobrinho o único que havia ficado sozinho em casa,aquilo tudo me deu muito tesão,só de imaginar aquele monte de porra em mim,falei com meu marido e ele como sempre me apoiou a fazer o que eu estava louca para fazer.
Duas semanas depois numa quarta feira,Emerson voltou à minha e pediu novamente para usar o computador,era a oportunidade que eu estava esperando,eu havia acabado de tomar banho estava só de roupão e calcinha,claro que ele me olhou com olhos de menino tarado pela tia.Deixei ele sozinho mexendo no pc e fui até a cozinha fazer um suco,quando voltei me sentei em um sofá ao lado do pc e comecei a conversar com ele,aos poucos comecei a fazer perguntas relacionadas com sexo e namoradas,então ele mesmo com vergonha contou que ainda era virgem,eu já estava excitada com a situação,ao ouvir isso me molhei toda só de imaginar tirando a virgindade dele.Então sem rodeios contei a ele que sabia que ele tinha gozado em minha calcinha,ele ficou todo envergonhado,mas percebi que já estava de pau duro,então disse a ele que isso era normal,um garoto sentir tesão em mulheres mais velhas,ainda mais em tias.Então me aproximando mais dele comecei a alisar seu pau por cima de sua bermuda,ele ficou envergonhado,mas eu disse para ele acalmar,aos poucos fui deixando ele calmo e pedi para ele levantar e tirar a bermuda,quando ele tirou tudo um belo pau saltou para fora,mesmo não sendo tão grande 16 cm era bem cabeçudo,então ele se sentou no sofá eu me ajoelhei e coloquei seu pau todinho na boca,comecei a chupar com vontade mesmo seu pau estando um pouco sujinho cheirando a porra pois,ele havia se masturbado de manhã.chupei seu pau no máximo dois minutos então Emerson gozou forte na minha boca gritando: ahhhhhhhhh tia que delicia.Continuei chupando ele e seu pau nem amoleceu continuou duro.Peguei em sua mão e o chamei para o quarto,então tirei meu roupão e minha calcinha me deitei na cama e o puxei por cima de mim e ajudando o coloquei seu pau dentro de mim,seus olhos brilhavam maravilhado com a situação,então auxiliado por mim ele começou a se movimentar com o pau na minha buceta,mesmo não tendo tanta experiência ele começou a chupar meus seios,eu que estava excitada fiquei totalmente molhada e acabei gozando gostoso só pela situação e o tesão que era estar sentindo meu sobrinho dentro de mim,depois que gozei fiquei de quatro e guiando seu pau em minha buceta enfiei tudo de novo,ele não sendo tão experiente eu comecei a movimentar minha bunda pra trás e fodia sua rola,Emerson mesmo já tendo gozado não aguentou e me apertando soltou deliciosos jatos de porra na minha buceta. Caímos cansados na cama,mas mesmo assim o pau dele continuava um pouco duro,então coloquei na boca de novo e o fiz gozar de novo.Então fomos tomar banho,quando saímos conversei com ele para ele não falar nada para ninguém da família pois poderia ser chato para nós,ele prometeu não contar nada e disse que iria adorar me comer mais,eu disse que sempre que pudéssemos faríamos.
Depois que ele terminou seu trabalho no pc,foi embora.Claro que a noite contei tudo ao meu marido que adorou saber da novidade.
até hoje ainda faço com Emerson quando posso e assim como o meu outro sobrinho,já dei pra ele junto com amiguinhos,é uma delicia ser puta de garotos mais novos.
Espero que curtam mais essa minha história.

Leave a Reply

Your email address will not be published.