ph1cto21092

Dando a bundo pro negão do chat

Eu estava só em casa e eram quase 1h da madruga, estava carente e com uma vontade louca de sentir um macho me fazendo fêmea. Entrei na NET tentando algo no Bate Papo, mas depois de quase 1h nada.

Resolvi trocar de apelido e entrei na sala de Travestis e Afins com o nick “Passiva_de_CalcinhaSP”. As salas estavam uma droga, pois só tinham travestis querendo programa por grana e garotos de programa também querendo dinheiro ou fazendo propaganda.

Quando estava quase desistindo e pensando e gozar sozinha, um cara com o nick GIL me chamou. No começo não dei muita bola, pois achei ser outra trava querendo dinheiro.

Quando ele se descreveu disse para que não esperasse um deus de ébano, pois ele era bem comum apesar de hiper dotado. Gil disse ser negro, ter 1,78m, 92kg forte com barriga, 36 anos, bigode e uma jeba de 21×16 e frisou : – “não é grande, mas é muito grossa”. Como eu já sei que essa estória de dotado quase sempre é agá nem liguei. Ainda mais o que as pessoas entendem como ter pau grosso sempre me pareceu estranho.

Marcamos tudo e ele disse que chegaria em 1h no máximo 1h30m. Então fui tomar banho e como ele iria demorar coloquei dois supositórios a base de glicerina e em pouco tempo estaria pronto para o uso. Separei uma calcinha, soutien, meias finas e batom, mas não coloquei. Na verdade queria trepar, mas tinha certeza que era enrolação do cara, pois topou tudo muito rápido, disse que era hiper dotado e ainda por cima iria demorar. Para quem conhece a NET sabe que são indícios claros de mentira, ou seja, levar um bolo.

Já eram quase 3h10m da manhã quando toca o interfone e o porteiro avisa que meu amigo Gil tinha chegado para irmos viajar. Não acreditei pois já estava dormindo. Corri feito um doida para colocar a calcinha, soutien, meias e passar o batom. Deixei tudo escuro, pois é um mico encontrar alguém que você nunca viu na vida desse jeito.

Quando abri a porta me deparo com um cara comum. Realmente era negro, forte para gordo sem ser obeso, mas com barriga, bigode e o que me deixou intrigada com uma farda do exército.

Ele pediu desculpas pela roupa, mas tinha vindo de um evento onde todo o pessoal estava fantasiado de militar. Puxei ele para o quarto, onde tinha deixado uma luz acesa e lá ele me abraçou e me disse no ouvido : – “Quero ver o que essa boquinha linda sabe fazer e se esse bundão maravilhoso aguenta minha trolha, será ?”

Não tive dúvidas, abri sua calça e caí de boca. Quando fiz isso tive a certeza de ele tinha mentido, pois seu pau não era grosso e ainda era pequeno. Mas a medida que eu comecei a chupá-lo ele cresceu tanto que eu mal conseguia engolir a cabeça. Eram realmente 21x16cm de um tora de chocolate.

Mesmo assim ele gemia e se contorcia dizendo que eu chupava como nenhuma mulher havia chupado seu cacete antes.

Sem avisar ele me levanta de uma vez e me coloca de 4 na quina cama, afasta a calcinha e mete a língua no meu cuzinho. Fui ao céu e voltei várias vezes com aquela língua em meu rabo. E mais ainda olhando o contraste de sua força de macho e sua cor negra com a minha cor branca e minha postura submissa de fêmea indefesa.

Ele pediu a camisinha, colocou e passou muito gel. Pensei que seria fácil aguentar aquela nabo, pois tinha feito limpeza com ducha, supositórios de glicerina e ainda havia manipulado alguns brinquedinhos com creme para limpeza.

Além do que eu tenho uma bundinha muito gulosa e que quando excitada fica enxarcada, molhadinha mesmo; Mas ele forçava e nada até que enfiou de uma vez e pensei que iria me rasgar inteira. Então começou a tirar e colocar bem devagarzinho, enquanto eu dava uns gemidos, ele começou a movimentar com mais velocidade e docemente porém com uma voz máscula começou a me chamar de putinha macia, cadelinha manhosa, amorzinho e dizer para eu aproveitar o pau do seu negão.

Quando começou a entrar e sair com mais facilidade, isso depois de quase 20min de bombadas e de muita lágrima escorrida, ele começou a me mudar de posição. Primeiro me colocou no meio da cama de 4 e montou no rabo cavalgando como se eu fosse uma égua. Depois me virou de uma só vez com seu cacete dentro de mim levantou minhas pernas e começou a me enfiar de frango-assado. Quando estava ficando bom me virou de lado e começou a me comer e me abraçando por trás, mexendo nos meus peito por cima do soutien e sussurrando em meu ouvido que eu era sua menina safada.

Nessa altura do campeonato meu cu estava totalmente anestesiado e só sentia prazer. Tanto que comecei a gozar pelo rabo e ele dizia que meu rabinho era uma delícia, apertado, molhadinho e macio. Falava que poucas mulheres davam o rabinho para ele por causa da grossura, mas eu era a mulher maravilha, pois tinha uma cucetinha linda e gulosa.

Depois sentou na cadeira do computador e me fez sentar em seu cacete, mas nessa hora o meu cu não segurava mais nada e acabei melando o pau dele. Quase morri de vergonha nessa hora, afinal odeio isso e me cuido para estar tudo em ordem e isso nunca acontecer.

Mas ele nem ligou, ficou com mais tesão ainda, mandou levantar e pegar o rolo de papel higiênico. Pensei, ele vai se limpar e mandar eu mamar até gozar, mas que nada quando voltei limpou meu rabo e meteu novamente. Quando ficava melado ele limpava e metia outra vez.

Sei que ainda me comeu em pé, de bruços, atravessada, deitou na cama e me faz cavalgar e por fim me colocou novamente de 4 e finalmente após me foder quase 2h seguidas pude sentir seu pau dilatar mais ainda e seus jatos de porra inundarem a camisinha. Ficamos parados um pouco com ele sobre mim e quando o cacete começou a amolecer ele tirou e disse que agora era a vez de sua menina gozar pelo grelinho. Tirou a camisinha e meteu seu pau na minha. Gozei como nunca havia em minha vida.

Gil se foi mais de 5h da manhã e eu tomei banho para ir trabalhar. Fiquei o dia inteiro entre o trabalho e o banheiro, mas a sensação de vazio que ficou durante quase 3 dias inteiros era maravilhosa e a lembrança dele me fazia enlouquecer na hora.

Nós nos encontramos mais umas 8 vezes até que ele apareceu pela última vez para me dizer que iria viajar pois estava sem emprego e não tinha mais onde morar. Essa semana ele me ligou, voltou e quer mais da sua putinha. Assim que eu voltar de viagem e estiver em meu ap em Sampa minha bucetinha sentirá seu pau negro outra vez.

ph4cto21092 ph3cto21092 ph2cto21092

Leave a Reply

Your email address will not be published.