Conto de Suruba: Suruba gostosa na casa do amigo

Suruba gostosa na casa do amigo. Oi, vou contar uma sacanagem que acabou rolando comigo, vou modificar meu nome, vou me chamar de Clarisse. Tenho, 1,6 de altura, cabelos escuros, sou magrinha, seios durinhos, e tenho 26 anos. Sou casada mas sempre fui safada, meu marido não dá conta como eu gostaria, então eu procuro outros homens, mas vou contar a primeira vez que fiz uma suruba.

Eu fiquei bem nervosa e lembro até hoje de como rolou. Eu conheci um cara por um site de relacionamentos. Ele se chama André, tem a mesma idade que eu, é um homem muito bonito, peludo, alto e com um corpo atlético. A gente começou a conversar e e trocar nudes. Ele mandava muita foto do pau dele duro e comentou que morava com 4 amigos com quem ele dividia um ap.

Logo fiquei amiga de outro amigo dele, de tanto que eu conversava com o André, o nome desse amigo é Daniel, moreno e bonito, até mais bonito que o amigo. Um dia a gente marcou de se conhecer, fomos num barzinho um dia que meu marido tinha saido e acabamos indo no motel. O homem é um tesão, assim que entramos já foi tirando minha roupa, chupando meus peitos numa pressa, ele tava com muita vontade guardada.

Minha buceta ficou bem molhadinha, ele me colocou de quatro na cama, tirou minha calcinha, se ajoelhou e começou a chupar o meu grelinho que tava bem durinho de tanto tesão por esse macho. Foi uma delícia sentir a língua dele penetrando na minha buceta gostosa, foi a melhor foda do mundo.

Ele me fez gozar só com sua boca gostosa, ficou com o rosto coberto com minha lubrificação e seu pau que já tava prontinho pra mim, pulou pra fora quando puxei sua calça e comecei a chupar ele inteiro. Ele gemia, puxava meus cabelos e empurrava fundo.

– Hummm, que boquinha gostosa putinha, você chupa demais, vou querer gozar na sua boca.
Eu mamava cada vez mais, sentia ele pulsando na minha boca e logo o safado gozou gostoso dentro da minha boca, me deixou literalmente de boca cheia rs.

A gente foi pra cama, deitamos, foi gostoso demais e logo ele ficou de pau duro de novo, me botou pra sentar na sua pica e suamos de tanto eu sentar naquele pau gostoso e grosso. Depois de mais uma gozada, ficamos na cama conversando e logo surgiu o assunto suruba.

Ele perguntou se eu teria coragem de fazer, que os amigos dele sempre faziam e me achavam bem gostosa. Eu disse que achava a ideia excitante mas tinha um medinho de ficar toda arrombada, mas logo ele me convenceu e pouco tempo depois numa festinha no ap deles, eu fui e eles chamaram uma outra amiga.

Cheguei no ap e a suruba tava feita

Lá os 4 estavam com a amiga, bebendo no sofá bem a vontade, ouvindo música e eles acariciando ela. Assim que vi a cena fiquei com muito tesão, minha buceta molhou na hora. Eles me receberam bem, pegaram cerveja, começamos a beber e conversar. Logo eu tava soltinha, beijando a boca do André, depois beijava os outros caras. O Daniel, que eu já conhecia, veio por trás de mim, começou a beijar meu pescoço e o outro tirou o pau pra fora e me pediu pra chupar, assim mesmo.

Eu fiquei de joelhos, comecei a chupar, e logo a amiga deles que se chama Diana, fez o mesmo e começou a chupar os outros, logo eu e ela estavamos na maior chupança com os safados, cada um com a pica pra fora na direção da gente e eu e a outra chupando ali, parecendo uma competição pra ver quem chupava mais.

Enquanto a gente chupava um, os outros dois ficavam na punheta, olhando com cara de tarados para a gente. A gente chupou tanta pica, minha boca já tava dormente, logo o André gozou na minha boca, sentou atrás de mim e ficou me beijando, pegando meus peitos, me deixando mais molhadinha e logo ele afastou um pouco minhas pernas e começou a enfiar dois dedos na minha xana molhada e iniciou um vai e vem gostoso.

Quando ele tirou os dedos da minha buceta ele lambeu todo meu melzinho, achei isso bem sexy. Ali mesmo na sala eu e a Diana ficamos sentadas cada uma na pica de um quicando gostoso e continuando chupando os outros dois safados. Logo ela se aproximou de mim sem sair de cima do pau do cara e me tascou um beijo de língua que deixaram os meninos loucos, então me concentrei em chupar os peitos dela e depois ela chupou os meus.

O cheiro de sexo tava forte, uma delícia, todo mundo suado, excitado e a gente de quatro levando pica na buceta e no cuzinho bem gostoso. Quando empinei no sofá os caras se revezaram, cada um metendo um pouco na buceta e no cuzinho da gente, eu já tava bem assada, mas parece que a Diana aguentava muita vara naquele cu ainda.
Suruba gostosa
O Daniel e o André me pegaram gostoso, um embaixo de mim, outro em cima e eles fizeram uma dupla penetração comigo, mas foi bem difícil. Doeu muito para entrar, parecia que aqueles dois paus iam explodir minha xaninha. Eles judiaram, mas aquela dorzinha gostosa me deu um tesão enorme. Enquanto eles metiam eu gritava, gemia e eles me chamavam de putinha e pediam pra eu rebolar.

Logo eu tava tão anestesiada que comecei a rebolar em cima do pau dos dois.
– Vai putinha, engole o cacete da gente, vai! A gente vai deixar essa bucetinha gostosa toda arrombada de tanto meter.

Eu só pedia pra meterem mais.
– Me come, mete gostoso nessa buceta vai, quero ficar arrombada, quero dar mais pra vocês.
Eles socavam com força e quando tiraram o pau pra gozar, eu senti minha xana pulsando e bem arrombada.

A Diana ainda tava dando e os outros dois gozaram gostoso pra caralho na cara dela, nos peitos, deixaram ela lambuzada de porra e bem suadinha. Eu sentei no sofá de pernas abertas, fiquei trocando beijos com ela e ela enfiou os dedos no meu grelinho e começou a me masturbar. Eu fiz o mesmo com ela e a gente de buceta abertinha se masturbando até eu gozar e ela gozar gostoso também.

Depois dessa surubinha de leve a gente continuou bebendo, tomamos banho e tive que voltar cedo pra casa para dar para o meu corninho e deixar ele manso.

Categorias:

Suruba