Ritinha do cuzinho virgem

Contos de Virgens: Ritinha do cuzinho virgem

Como eu comi o cuzinho virgem da ritinha. Vou contar o primeiro de muitos contos, vamos lá… Sento-me no sofá, mostro-lhe a vara endurecida de tesão, acaricio-a lentamente, Ritinha liga a música começa a dançar, aproxima-se de mim, passa a mão pelo corpo, provoca-me com um sorriso malicioso, passa a língua nos lábios, tira a calcinha devagar, mostra bucetinha pequena.

-Queres chupar?

Quero muito, respondo e continuo a acariciar a vara erecta com os olhos fixos na bucetinha que vai ser minha.

É uma deliciosa sensação, quando envolve com a boquinha a cabeça da vara e chupa a cabeça lentamente. Pressente que vou gozar e pára de chupar, levanta-se e avança para mim, como um animal faminto sugo aqueles dois lindos peitinhos ainda em formação. Salta para cima do sofá e abre os lábios carnudos da coninha, chupa… vá chupa!

A rosadinha com poucos pelos, deixa-me louco de tesão, sugo, meto a língua na fendinha, geme de prazer, empurra a minha cabeça de encontro à coninha, chupa… safado… chupa a minha coninha. Deixa-me saciar a minha tesão e fome de prazer na coninha rosada, geme de prazer, afasta a deliciosa coninha da minha boca, respira profundamente! Calma safado!

Bamboleia-se, vira o rabinho, nádegas pequenas e redondas, perfeitas, abre-as e mostra o anel, acastanhado, vá lambe-me o cuzinho, seguro-a pelas ancas e sofregamente lambuzo-lhe o cuzinho! Lambes bem safado, doido de tesão puxo-a de encontro à minha vara carente de prazer. Salta, vira-se para mim os olhos reflectem desejo e tesão.

-Safado… queres foder o meu cuzinho?

-Quero!Por favor! Deixa-me meter…

Encosta o rabinho e roça na vara dorida de prazer, custa-me parar, desejo gozar naquelas nádegas quentes e apertadas. Força rebolando para acomodar a vara e quando entra a cabeça,solta um gritinho de dor, continua forçando, consegue agasalhar mais da metade no rabinho. É uma visão que jamais esquecerei, Ritinha coma vara, enterrando no cuzinho.

-Ai…aiii! Vá safado, fode agora a tua putinha. Começo então um vai e vem lento geme baixinho e afunda ainda mais a bundinha,grita de prazer! Mete… Mais! Fode safado … fode meu cu. Aos poucos começo a forçar mais as estocadas, gememos feito loucos. Ritinha inclina-se, oferece-me o rabinho, mete… fode..safado… fode-me, geme de prazer e eu sem dó nem piedade enfio toda a vara naquele cuzinho quente e apertado.

Os seus gritos de prazer acompanhados de palavras de sacanagem, enlouquecem-me, penetro-a com toda a minha força socando o rabinho ininterruptamente até que com um urro selvagem, esporro em golfadas no interior do seu cuzinho, ficando colado ao seu corpo que estremece de prazer e gozo.

Puxo-a suavemente para mim ao mesmo tempo que retiro a vara demolidora, do cuzinho corre esporra que cai sobre mim, o corpinho suado e quente cola-se ao meu, ficamos em silêncio por breves instantes recobrando do esforço, depois e gosta de ouvir digo-lhe: putinha foi bom? Suspira de prazer e responde-me com um sussurro : adorei… sabes que gosto de dar o cuzinho.

Deixa-se ficar encostada a mim, cruzo as mãos por de cima da sua cintura e acaricio-lhe a coninha, estremece e geme, o som dos gemidos no meu ouvido, dão-me uma forte sensação de prazer, a luxuria de ter um corpo juvenil ao meu dispor, dá-me um tesão louco, com a outra mão aperto-lhe um mamilo, dá um gritinho de dor! Aiiii! Bruto… Doeu! Ri de seguida, gosta destes jogos de prazer.

Carrego-a no colo para o meu quarto, é na minha cama que a ninfetinha gosta de se entregar a todos os devaneios. Deito-a na cama, coloco-me por cima dela, beijo-lhe os olhos, nariz boca, desço pelo pescoço, sugo os biquinhos dos peitinhos, desço até ao umbigo e brinco coma língua naquele buraquinho redondo, Ritinha contorce-se de prazer e tesão,solta leves gemidos de prazer, desço até a coninha de lábios grossos e rosados, beijo-a.

Lambe gatinho..lambe a minha coninha, pede com voz fina e suplicante. Lambo e introduzo a língua entre os lábios rosadinhos, atinjo o grelinho, aiii..bomm.. levanta os joelhos abrindo as pernas, aí.. chupa… segura a minha cabeça de encontro à sua grutinha molhada, brinco com o grelinho, meto a língua na fendinha, ai! Safado! Fode-me com a língua.

cuzinho virgem da ritinha

Estremece de prazer, quando pressiono na entrada da coninha,sugo o mel que brota da sua peqena fonte de prazer, geme.. a respiração ofegante acompanhada de deliciosos gemidos de prazer, indica-me a sua total entrega, movimento a lingua em pequenos vai e vem , esfrega a coninha de encontro à minha boca, as mãos seguram fortemente a minha cabeça, aii!

Safado! Chupa! Chupa a tua putinha. Issoooo. Que tesãooo! Aiii! Com espasmos de prazer atinge o orgasmo de forma violenta, deixa cair as pernas sobre a cama, continua a segurar a minha cabeça, aiiii! Tão bommmm! Lambo agora suavemente,solta-me a cabeça, permanece de olhos fechados, boquinha entre-aberta engole golfadas de ar acompanhadas de gemidos. Levanto-me e subo até à sua boquinha, beijo-a apaixonadamente

Posts relacionados

Dando uma surra de rola na minha ex Dando uma surra de rola na minha ex
Conto Heterossexual: Dando uma surra de rola na minha ex Dando uma surra de rola na minha ex. Tenho uma ex chamada Vanessa. Ela tem 22 anos, é loirinha, bem gostosa, bunda empinada e...
Leia completo
Esta ninfeta é o paraíso Esta ninfeta é o paraíso
Sexo Virtual: Esta ninfeta é o paraíso Vou contar como conheci uma ninfeta pelo computador. Não existe outra terminologia a ser usada neste conto. Eu sei que fui e voltei e neste...
Leia completo
Comi a aluna gostosa da academia Comi a aluna gostosa da academia
Conto Heterossexual: Comi a aluna gostosa da academia E aí galera? eu me chamo Jefferson, tenho 25 anos e trabalho como personal trainer numa grande academia aqui do Rio de janeiro e...
Leia completo
Flagrei minha prima tocando siririca Flagrei minha prima tocando siririca
Conto de Incesto: Flagrei minha prima tocando siririca Minha prima na siririca foi algo que eu nunca esperei ver na minha vida, e confesso que sempre tive o maior tesão nela, desde que...
Leia completo
Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet. Um enorme acervo com diversos temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais! Caso tenha alguma contribuição, nos envie seu conto através do nosso link ENVIE SEU CONTO. Diversos contos de nosso site são retirados de outros sites. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em contato que removeremos imediatamente.
Contos Eróticos BR© 2015 / 2019 - Contos Eróticos BR Todos os direitos reservados.