Contos de Traição: Minha esposa fodeu com meu sobrinho e eu vi tudo

Minha esposa fodeu com meu sobrinho e eu vi tudo

Eu tenho 50 anos, sou casado com uma mulher muito gostosa chamada Ana Paula, ela tem 35 anos, tem coxas grossas, peitos grandes, cara de safada e longos cabelos pretos que batem na bunda. Ela chama atenção por onde passa e apesar de ser ciumento, eu comecei a fantasiar minha mulher dando para outros caras, mas tive medo de bater a real pra ela.

Tenho um sobrinho de 19 anos que sempre se deu muito bem com ela, sempre andou pra cima e pra baixo com minha mulher mas eu como um bom corno, fui o último a desconfiar de tudo. Achava que ela agia como uma tia com ele, porque com minhas sobrinhas ela era a mesma coisa, então eu não via maldade, até o dia que peguei umas conversas safadas dos dois no whatsapp, fiquei puto, briguei, mas por alguma razão, saber que eu sou corno, me deu um tesão da porra.

Meu sobrinho passou um tempo com o cu piscando, sem aparecer aqui em casa, com medo que eu contasse para o resto da família, mas um dia resolvi quebrar o gelo e chamei ele pra vir aqui em casa, ele me pediu desculpas, tomamos uma cerveja, minha mulher entrou no clima e assim que a bebida entrou com força, meu lado corno saiu.

Falei que queria ver ele comendo minha mulher

-Então Marcelo, tu comeu minha mulher, rapaz? e nem me chamou para assistir?

Os dois olharam para mim com os olhos arregalados, mas eu tratei de deixar os dois a vontade e disse que queria ver eles fodendo, que era o trato para eu não contar para o resto da família.

Minha esposa safada topou na hora, meu sobrinho ficou meio sem jeito, mas quando percebeu que eu tava falando sério, ele ficou a vontade e começou a beijar minha mulher. A gente não parava de beber e rir, me senti nojento mas fiquei de pau duro quando vi ele deixar minha mulher peladinha e começou a chupar a buceta dela.

A safada tava toda molhadinha, bem lisinha e com o grelinho durinho de tesão. Minha mulher é muito puta, ele chupava e ela gemia bem gostoso, rebolava na boca dele e eu tava com o pau quase explodindo dentro do calção, resolvi botar pra fora, curtir tudo e tocar uma punheta pra matar minha vontade.

– Você quer ver outro homem me comendo? olha aqui, meu corninho, como sua puta tá com a bucetinha molhada.

Ela falava essa e outras putarias e me enlouquecia mais ainda, ela levantou, se ajoelhou, começou a chupar o pau dele e olhar pra minha cara com a maior cara de vadia, tudo para me provocar.

Ele ficou empurrando o pau dele, mais grosso que o meu, na boca da minha putinha e eu fiquei louco. Ela chupava bem gostoso, engolia tudo, lambia e ele sem aguentar socava mais forte na boca dela enquanto puxava seus cabelos. Meu sobrinho tava tratando ela como uma verdadeira puta e ela tava adorando.

Ele botou ela de quatro, brincou com a bucetinha dela, enchendo a bunda dela de tapas e arrancando gemidos dessa cachorra safada e eu ali prestes a gozar filmando tudo entre eles.

– Fica de quatro, gostosa! -disse meu sobrinho e ela obedeceu.

A safada ficou empinadinha, ele começou a encaixar o pau na sua buceta e entrou muito fácil, de tão molhadinha que minha esposa tava por ele. O vai e vem foi gostoso demais, ela com a bunda pra cima, a buceta bem abertinha e molhada e meu sobrinho socando fundo. Fiquei só ouvindo as putarias que eles conversavam enquanto me faziam de corno.

-Nossa tia, que bucetinha gostosa você tem, tão quentinha, tão apertada, tá esfolando meu pau, que tesão!

-Então me fode, me come gostoso na frente do meu corninho vai, come essa buceta!
 meu sobrinho
Ele bombou mais forte, fez ela gritar, minha mulher é muito putinha, de repente me chamou com cara de safada e quando me aproximei ela pediu pra eu colocar meu pau na boca dela.

Ela começou a mamar meu cacete, gemendo entre dentes com meu pau na boca dela enquanto meu sobrinho arrombava sua bucetinha gostosa. Eu empurrei forte meu pau na boca dela, minha mulher gulosa chupou com muita vontade e eu senti que não ia demorar para eu gozar de novo.

-Aiiii, mete vai, fode minha bucetinha, mete no meu cu também, tô doida pra sentir essa pica no meu cu enquanto eu chupo meu maridinho.

E lá vai meu sobrinho meter no cuzinho dela, que delícia!

-Ai, que pau gostoso, fode meu cuzinho fode, ummmm, aii que tesão, mete gostosooo, me arromba!

Eu não aguentei minha puta falando sacanagem e acabei gozando de novo, na boquinha dela, enchendo com minha porra grossa. Ela fez questão de engolir cada gotinha e disse que era uma delícia, ela começou a tocar uma siririca bem gostosa enquanto meu sobrinho aumentava as estocadas no seu cu e logo ele também gozou, tudinho dentro do cu dela.

Fiquei louco vendo ela bem suadinha com o cu arrombado e escorrendo a porra do meu sobrinho. Foi a melhor experiência da minha vida e um segredo que nós três guardamos até hoje.