Conto de Colegiais: Meu vizinho me transformou numa putinha

Meu vizinho me transformou numa putinha
Eu me chamo Mariana, tenho 19 aninhos e adoro ler contos eróticos. Sempre que acompanho eu me masturbo gostosinho fantasiando com as histórias safadas, mas nem sempre foi assim, eu era tímida, reprimida mesmo e aos 18 tudo mudou.

Eu tenho um vizinho chamado Ricardo, ele é mais velho que eu, casado com uma enfermeira que vive para o trabalho, por isso ele que é desempregado, tem tempo de sobra para dar em cima das mulheres do bairro.

Ele sempre deu em cima de mim, eu me fazia de incomodada, mas confesso que ele mexia comigo, eu sentia um tesão enorme, nem entendia direito o que se passava comigo, me sentia culpada, mas quando ele chegava perto, minha bucetinha molhava.

Ele insistia para eu ver um filme com ele quando sua mulher não estava, eu sempre negava com medo, mas de tanta insistência, e vontade da minha parte, claro, eu acabei cedendo e topei ir ver um filme com ele, morta de medo da mulher dele descobrir.

Ele trouxe um lanchinho, ficou tomando um vinho e colocou um filminho pra gente ver, mas ele não prestou atenção nem por um segundo. Ele começou a acariciar minha coxa, eu gelei, passou a mão, arrepiou meus pelinhos e senti um líquido quentinho escorrendo pela minha bucetinha.

Eu deixei ele fazer o que quisesse, eu tinha feito sexo já com um ex namorado, mas só foram duas vezes e tinha sido péssimo, achei que seria mais uma vez que seria ruim mas deixei rolar.

Ele tocou minha bucetinha e fiquei ensopada

Eu comecei a me arrepiar inteira de novo, quando ele tocou na minha buceta pelas laterais do meu short, ele deu um sorriso safado.

-Tá com a bucetinha bem molhada né? Que delícia de xaninha, tô doido para provar.

Eu só consegui responder com um gemido tímido, ele afastou minha calcinha e começou a dedilhar minha bucetinha, fazendo movimentos circulares no meu grelinho, depois friccionando rápido e e enfiando os dedos lá dentro, o que descobri ser muito prazeroso.

Eu enlouqueci de tesão com esse toque gostoso bem no centro do meu prazer, comecei a gemer mais alto, ele adorou e pediu pra eu segurar seu pau também. Comecei a pegar devagar por cima da bermuda dele, senti aquela pica enorme latejando na minha mão, fiquei louca e tirei pra fora, vi o pau dele pulando na minha mão e cai de boca enquanto tocava uma punhetinha pra ele.

Ele ficou doido, me pediu pra engolir tudo e eu senti aquele pauzão gostoso preencher minha boca. Me senti uma putinha, a mulherzinha dele e queria agradar a esse macho tão gostoso. Ele sentiu que ia gozar e pediu pra eu abrir minhas pernas que ele ia retribuir o carinho.

-Que bucetinha linda que você tem, vou chupar ela todinha e você vai gostar!

-Aiii, chupa gostoso, faz o que você quiser, minha bucetinha é sua.

Eu me soltei e comecei a falar umas sacanagens também e quando senti a língua quente dele lambendo meu grelinho, eu gemi feito louca, tive que colocar uma mão na minha boca pra conter o barulho, mas eu não conseguia ficar quieta, era a língua dele chupando minha xaninha e eu me contorcendo todinha de prazer.

-Aiiii, que delícia, que língua gostosa, aiii, tô ficando louca.
Só com a chupada dele tive meu primeiro orgasmo, bem intenso, minhas pernas tremeram e eu fiquei relaxada nos braços do meu homem.

– Que delícia, gozou gostoso na minha boca né putinha? Agora quero sentir sua bucetinha gostosa com meu pau!

Ele foi me abrindo, eu já tava tão relaxada depois de gozar, que nem fiquei tão nervosa, ele foi colocando a cabecinha, depois metade e quando viu que eu tava de boa, ele meteu tudo e começou um vai e vem bem devagar.
meu vizinho
Com o tempo ele foi aumentando o ritmo e o pau dele começou a entrar com força, rasgando minha bucetinha apertadinha, ardia, doía, mas era gostoso demais, ele me chamava de piranha, de putinha, de tudo que é nome enquanto me comia e isso me deixava mais louca.

Eu adorei quando ele me fez ficar de quatro me segurou pelo quadril e enfiou com força na minha buceta, batendo na minha bunda até eu rebolar gostoso na sua pica durona.

-Aiii, que delícia, seu pau tá me rasgando, mas tá gostoso, não para seu safado, mete gostoso vai!

E ele metia mais ainda, com força
-Aii putinha, que bucetinha apertadinha, tá engolindo meu pau todinho, não vou aguentar, vou gozar, aiii caralho, tô gozando!

Ele deu uma gozada gostosa na minha bucetinha, deixou seu esperma escorrer e foi uma delícia, eu fiquei piscando e adorei essa experiência. Depois disso virei uma putinha viciada em sexo, e até hoje busco homens mais velhos para novas experiências.

Categorias:

Colegiais