Meu cunhado me comeu gostoso

9 votes

Me chamo Helena(*) e vou contar como essa história aconteceu.

Quando eu tinha 20 anos, namorava um rapaz de 24 anos, o Gilberto(*), que na época morava com os pais. Eu vivia dormindo lá durante os finais de semana, o que me fez conviver bem mais com seus irmãos. Um desses irmãos se chamava Fernando(*) e tinha 18 anos, uma idade próxima a minha.

Eu sempre achei o Fernando muito bonito, frequentava a academia, tinha um corpo muito bonito também e vivia andando pela casa com short de futebol e sem camiseta. Com o passar do tempo, comecei a olhar Fernando com outros olhos. A gente sempre brincava um com o outro, lutinha, cocegas, e nessas brincadeiras eu sentia que ele sempre passava uma mão aqui e outra ali meio que “sem querer”. Eu fingia que não percebia, pq no fundo eu gostava e se eu falasse algo, eu sabia que ele ia parar.

Um final de semana eu cheguei la na casa deles e eles estavam arrumando as malas para irmos passar o final de semana em um sítio da família. Peguei minha coisas e fomos bem cedo. Chegando lá curtimos o dia, comemos bastante e de noite tomamos um choconhaque. Percebi que o Fer tomou bastante e já tava até um pouco alegrinho quando fomos deitar.

Ficamos em um quarto os três, eu e o Gilberto em uma cama de casal, o Fer em um colchão de solteiro no chão. Tínhamos deitado lá pela 01:30 da manhã. Quando foi umas 02:00 eu ainda estava bem acordada, comecei a passar a mão no pau do Gilberto, imaginando que o Fer já estaria dormindo ali do lado. Gilberto não gostava muito de se arriscar então me falou bem baixo que ali não era o lugar nem o momento para aquilo. Isso me deixou bem chateada, pois minha calcinha já estava molhada. Voltei a tentar dormir. 02:30 da manhã e nada do sono vir. Quando olhei para o lado, o Fer estava também de olhos bem abertos no colchão do lado, enquanto Gilberto roncava alto ao meu lado. Então eu falei sussurrando:

-Fer?? Pq vc ainda ta acordado?
-To sem sono, vc também?
-Sim, não vou dormir tão cedo
-Desce aí pra gente conversar

Transando com o cunhadinho

Então eu fui pro colchão de solteiro no chão para não atrapalhar o sono do Gilberto. Logo que saí debaixo das cobertas me deu um frio tremendo e eu já me enfiei debaixo da coberta do Fer.

– Ai que frio Fer, como vc esta conseguindo ficar só de short?
– Eu to com frio também, vamos ficar bem perto que esquenta

Abracei ele já pensando que não deveria estar ali, minha cabeça já estava pensando maldade, mas tentava manter tudo sob controle. A gente conversou baixinho sobre o nosso dia e eu disse que estava toda dolorida pois o dia tinha sido cansativo.

Ele: vira de costas, vou te fazer uma massagem
eu: não precisa, não quero ter que me descobrir nesse frio
Ele: só vira de costas que eu faço assim mesmo, de lado

Então me virei. Eu estava dormindo com uma camiseta do Gilberto e um short bem larguinho, ele como sempre sem camiseta e short de futebol. Ele começou a passar a mão nas minhas costas, me apertar, descer, subir… aos poucos foi subindo a camiseta e colocando a mão por debaixo da camiseta, apertando, esfregando… tudo em silêncio, eu bem quieta. Ele me abraçou mais de perto e eu senti o pau dele duro encostando na minha bunda mesmo com as roupas.

A massagem foi ficando mais intensa, o pau dele fazia uma pressão um pouco maior por cima da roupa. A massagem foi descendo e ele começou a passar a mão na minha bunda e em meio ao nosso silencio, soltei um gemido sem querer. Foi o suficiente para ele perceber que eu estava gostando da malícia. Voltei a ficar em silêncio, Gilberto ainda roncava. Debaixo do cobertor agora fazia calor, mas eu não queria me descobrir.

Agora o Fernando descia para a minha coxa e subia, subindo também o meu short pouco a pouco, até passar a mão pela minha virilha, como eu não falava nada, ele continuou. Tentei fingi que estava dormindo também, mas quando o dedo dele deu uma empurradinha na minha calcinha para o lado e alcançou minha bucetinha, outro gemido saiu da minha boca.

Minha buceta estava toda molhada, ele estava adorando a brincadeira, foi enfiando o dedo devagar, fazendo movimentos, tirando e colocando cada vez mais fundo e eu cada vez mais excitada, adorando tudo aquilo e morrendo de medo do Gilberto acordar, de repente ele tirou o dedo e se afastou um pouco. Na hora eu pensei “ué, acabou?” e antes de virar para saber o que tinha acontecido, ele puxou minha calcinha para o lado de novo e eu senti um pau bem duro e grosso entrando na minha bucetinha encharcada.

Na mesma hora enfiei a cara no travesseiro para não fazer barulho. Ele ia enfiando devagar e eu sentindo aquele pau abrindo minha bucetinha, parecia que não cabia, mas ele forçou e deslizou até o talo pra dentro. Ele começou a estocar devagar, eu gemendo no travesseiro, bem baixo, mas ele ouvia e falava no meu ouvido
-isso, bem baixinho pra ninguém ouvir…

Mas cada vez que ele metia ficava mais gostoso, tava difícil segurar o gemido, então com uma mão ele tampava a minha boca e metia mais rápido, que delícia sentir aquela pica enorme do meu cunhado entrando até o fundo em mim!! Ele me puxou pra perto e falou
– Não posso gozar aí dentro
Ele destampou minha boca por um segundo e eu falei o que me veio na cabeça, sem ter tempo nem de pensar
Goza no meu cuzinho!

Ele meteu mais forte na minha buceta, o pau dele estava latejando, eu estava sentindo que o jato estava vindo, então ele tirou da minha buceta e enfiou com tudo o pau no meu cuzinho e meteu leite pra dentro. Eu senti uma dor e um prazer absurdo ao mesmo tempo, senti meu cuzinho enchendo com aquela porra quente, o pau dele pulsava! Eu fiquei imóvel, na mesma hora o Gilberto parou de roncar e se mexeu, o pau do Fernando enterrado no meu cuzinho, fiquei morrendo de medo dele nos pegar ali. Gilberto virou para o outro lado e continuou dormindo. Senti a porra escorrendo quando o Fernando tirou o pau de dentro. Fui ao banheiro me limpar e voltei a deitar com o Gilberto como se nada tivesse acontecido.

No dia seguinte, tudo estava normal, agimos normalmente, até chegar na noite seguinte e a gente escapar de novo para onde os carros estavam estacionados, bem longe da casa e ele me jogar de bruço no capo do carro e comer gostoso o meu cuzinho, do começo ao fim. Só que dessa vez ele me fez mamar o leitinho e engolir tudinho. Que delícia!

Depois desse final de semana fingimos que nada aconteceu por um bom tempo. Até que aconteceu de novo, mas isso é história para outro dia.

(*) Os nomes são fictícios.

Posts relacionados

A novinha do rabo grande ... um cuzinho para comer de gula ADS A novinha do rabo grande ... um cuzinho para comer de gula
A novinha do rabo grande ... um cuzinho para comer de gula
Meu cunhado me comeu durante a viagem Meu cunhado me comeu durante a viagem
Oi, sou mais uma das pessoas que adoram ler os relatos do site e resolvi compartilhar o meu com vocês, apesar de curtinho é um...
Seduzi meu cunhado e dei pra ele Seduzi meu cunhado e dei pra ele
A história que vou contar aconteceu quando acabei de completar 30 anos, hoje tenho 35 e posso falar que modéstia a parte eu...
Atras do balcão dei o cu para meu cunhado Atras do balcão dei o cu para meu cunhado
Ola pessoal...estou aqui novamente pra contar mais uma experiencia sexual que tive. Sou uma coroa de 50 anos, mas ainda tenho...
Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis ADS Vídeos de Sexo Anal e Porno Grátis
Porno com Mulheres dando o cuzinho no melhor do sexo anal grátis com safadas fudendo muito na pica dos seus machos.
Que delícia! Um filminho cheio de sacanagem onde tudo acontece! ADS Que delícia! Um filminho cheio de sacanagem onde tudo acontece!
Que delícia! Um filminho cheio de sacanagem onde tudo acontece!
Atras do balcão dei o cu para meu cunhado Atras do balcão dei o cu para meu cunhado
Ola pessoal...estou aqui novamente pra contar mais uma experiencia sexual que tive. Sou uma coroa de 50 anos, mas ainda tenho...
Dividindo minha namorada com meu cunhado em uma sexo com direito a Dp Dividindo minha namorada com meu cunhado em uma sexo com direito a Dp
Olá...tenho 30 anos 1,72cm, corpo normal, não sou malhado nem gordinho. Esse conto envolve mais duas pessoas Ju(*), minha...
Virei a putinha do meu cunhado Virei a putinha do meu cunhado
Olá! Tenho 28 anos e virei putinha do meu cunhado. Vou contar como tudo começou sem poupar os detalhes mais safados. Bom, sou...
Acabei cedendo e meu cunhado me comeu Acabei cedendo e meu cunhado me comeu
Eu  tenho 20 anos, 1,73 cm de altura, sou magra, faço alguns bicos como modelo, inclusive já participei de alguns comerciais...
Meu cunhado me comeu gostoso Meu cunhado me comeu gostoso
Me chamo Helena(*) e vou contar como essa história aconteceu. Quando eu tinha 20 anos, namorava um rapaz de 24 anos, o...
Meu chefe me comeu gostoso Meu chefe me comeu gostoso
Boa tarde! Tenho 26 anos e trabalho numa agência de publicidade a algum tempo. Eu tinha acabado de me formar e recebi a proposta...

(1) Comentário(s)

  • marcio - Criado em 23/07/2020 gostei do conto me chama no zap xxxx

Deixe seu comentário

Sobre
O melhor site de Contos Eróticos da internet brasileira. Um enorme acervo de temas: porno, sexo, incesto, traição, vizinha, emprega e muito mais contos de sexo! Quer contribuir? ENVIE SEU CONTO. Qualquer conteúdo ofensivo, por favor entre em Contato que removeremos imediatamente.

porno - contos eroticos - contos erótico - quadrinhos eroticos - Filmes Porno - Xvideos HD

© 2014 - 2022 - Contos Eróticos → Os Melhores Contos Eróticos e Sexo (2022) Todos os direitos reservados.