Conto de Incesto: Dei a bocetinha para o primo pauzudo

Dei minha bocetinha para o primo pauzudo. Esse é meu primeiro relato, tenho 19 anos, me chamo Bruna, tenho olhos verdes, cabelos negros até metade das costas, 1,60 de altura e 50 quilos. Sou muito vaidosa e sempre gostei de me curtir, de todas as formas que vocês imaginarem. Eu sempre tive tesão no meu primo Lohan, um moreno gato, 23 anos, corpo malhado, olhos verdes, uma barba sexy mas com um problema: Ele é gay!

Minhas esperanças de pegar ele sempre foram nulas porque eu sabia que ele gostava de homem e apesar dele ser só ativo com os caras, ele não cogitava nunca comer uma mulher, por mais que eu já tentasse seduzir ele. Eu moro em Maceió e ele em outro estado e todas as férias ele vem aqui pra minha casa já que minha mãe é madrinha dele e ele é louco por ela.

Eu tava toda empolgada, ficava com meus shortinhos curtos em casa morrendo de tesão por esse cara, ele tava mais gostoso do que nunca, malhado e eu sem aguentar de tanto desejo por ele, e nesse dia fomos tomar uma cerveja eu fiquei meio alegre e tentei seduzir ele. Ele disse que além de gostar de homem nós somos primos e isso era estranho na cabeça dele.

Eu trouxe mais bebida, ficamos conversando e foi uma delícia ter ele ali meio bebinho ao meu lado. Ele tava tão bêbado que comecei a passar a mão nele e ele deixou, mas as vezes empurrava minha mão e eu empurrando mais cerveja nele pra ver se conseguiria tirar uma casquinha.

Eu cheguei perto, dei um beijo nele e depois sentei no seu colo. Senti que o Lohan ficou nervoso e o pau dele acabou ficando duro, mas ele me empurrou, levantou e disse: – Para garota, não tá vendo que não curto? – Mas eu fiz questão de deixar bem claro que que ele ficou com tesão, então ele sentia alguma coisinha por mim, mas ele jogou um balde de água fria e disse que ia dormir.

Ele dormiu e eu resolvi tirar uma casquinha

Eu fiquei ali bebendo mais e com minha bocetinha piscando quando lembrava que minha bunda tinha sentido a pica dele bem dura encostando em mim. Eu esperei um tempo, fui até o quarto dele e ele tava apagado eu comecei a alisar seu pau por cima da cueca e ele nem acordou, então eu tirei seu cacete pra fora e comecei a chupar, lamber suas bolas e logo ele se movimentou de leve mas voltou a dormir. Eu chupei aquele caralho e senti ficar duro. Uma delícia!

Ele acordou e me viu ali chupando o pau dele, perguntou se eu tava louca mas deixou, fechou os olhos e fingiu que tava dormindo, mas logo eu tirei minha calcinha, e fui sentar na rola dura dele. Dei uma sentada e tava tão molhadinha que o pau dele entrou de uma vez só. Comecei a rebolar gostoso, eu tava realizada dando pra ele, aí logo o safado saiu da defensiva e começou a gemer gostoso na minha bocetinha.

Ele disse que eu era uma cachorra, que não tava acreditando que tava me comendo, mas ele começou a se empolgar, me puxou, trocou de posição comigo e ficou por cima metendo gostoso, suando em cima de mim, mordendo minha orelha, meu pescoço e me chamando de puta o tempo todo.
primo
Ele então levantou, me puxou forte pelos cabelos e disse: – Não é minha pica que você quer? vai ter que dar o cuzinho pra mim igual os caras me dão. – Confesso que me arrepiei todinha, eu sentia muita dor no sexo anal e fiquei morrendo de medo, e ele não foi nada delicado, socou forte no meu cu, me fez até chorar e não parou. Dizia o tempo todo que era isso que eu queria então ele ia dar e que ia me deixar toda arrombada como deixava os passivos dele, que agora eu era sua putinha.

Ele me comeu com vontade, com o tempo fui acostumando e comecei a rebolar meu cuzinho e ele encher minha bunda de tapas, depois de um tempo ele deu uma gozada enorme no meu cu, eu fiquei peidando porra um tempão. Tava ali suada, arrombada e com o meu pinguelo piscando por ele. Enquanto o safado do Lohan ficou aqui em casa nós repetimos várias vezes a putaria. Ele foi embora, arrumou um namorado mas quando meu primo volta pra cá eu que sou a putinha dele.

Categorias:

Incesto

Comments are closed.