Conto de Lésbicas: Dando pra minha amiga no carro

Dando pra minha amiga no carro

Ela me chamou pra ir pra um bar, desses pra encher a cara com cerveja mais ou menos barata e gelada. Já dava em cima de mim há algumas semanas e eu sabia que eu fazia o tipo dela.

Tenho corpo de brasileira típica, pele clara e cabelos lisos e escuros, não faço o tipo magrinha, mas era de carne mesmo que ela gostava.

Passou a noite inteira me olhando descaradamente e me tocando quando talvez nem tivesse havido brecha.
Ela era daquele tipo que parava meu coração e molhava a minha calcinha.

Tinha olhos escuros e usava óculos. Uma pegada de prender qualquer respiração.
Eu não pensei em não me entregar em momento algum e, quando ficamos muito bêbadas, fomos pro carro.

Eliza investiu e me beijou até doer minha boca. Mordeu e chupou o meu pescoço, deixando várias marcas roxas, bem do jeito que eu gostava, apertava a minha bunda sem dó e tentava arrancar minha roupa a todo custo.

Cansei de me render e deixei ela tirar minha blusa… chupou meus peitos com vontade enquanto eu me esfregava no colo dela, louca pra sentir ela em mim.
Ela me virou de costas, colocou a mão debaixo da minha saia e meteu os dedos na minha buceta molhadinha, comecei a gemer mais alto.
carro
Ela me apertava e respirava no meu ouvido me enchendo mais ainda de tesão. Gozei na mão dela e virei pra ela me chupar gostoso.
Aquela língua em mim eu não esqueço… ela chupava, mordia, sugava e brincava com minha buceta, deixei a cara dela toda encharcada e gozei de novo.

Ela era insaciável e logo começou a meter em mim de lado. A gente se embolava dentro do carro naquela rua vazia, as duas loucas, se entregando ao momento e fazendo tudo…
Senti que ia gozar de novo enquanto ela puxava meu cabelo pra trás, dizendo meu nome e me chamando de gostosa.

Eu sabia que queria dar muito mais do que só essa noite.
Nos beijamos e marcamos rapidamente um novo encontro, uns dois dias depois e ela me deixou em casa com o corpo mole e uma sede louca por ela.

Categorias:

Lésbicas