Conto de Traição: Casada fodendo com o técnico da internet

Casada fodendo com o técnico da internet.
Eu me chamo Luciana, sou uma morena de 31 anos, casada com o Jairo e tenho 1 filho. Eu adoro homens peludos, tenho verdadeiro tesão por homem com jeito másculo, corpo parrudo e um peito cabeludo.

Meu marido é o oposto disso, apesar de tudo a gente se ama, mas sempre senti desejo por outros homens, mas nunca passou de paquera no badoo ou no facebook. Um dia fui alterar o meu plano de internet e TV a cabo e o técnico veio aqui em casa resolver o serviço.

Como o rapaz veio sozinho, o serviço demorou bastante, mas vou contar para vocês o que rolou durante essa visita aqui em casa. O cara chegou aqui e eu já achei ele lindo. É difícil explicar, mas sabe quando rola a química a primeira vista? foi o que aconteceu quando a gente se viu.

Fui educada, ofereci um suco, ele aceitou, me disse que seu nome era Pedro e que trabalhava nessa empresa a 2 anos. A gente conversou muito e resolvi me insinuar pra ele. Nem foi tão de propósito, é coisa de mulher mesmo, querendo se sentir desejada por um homem que acha bonito.

Ele fazia o serviço e me olhava, teve uma hora que ele me elogiou e perguntou se eu era casada, aí respondi que sim mas que meu marido e filho demorariam para chegar. Sentei no sofá depois de dizer isso, usando um vestido justinho acima das coxas e deixei minhas pernas levemente abertas.

Notei que o Pedro não parava de olhar minha calcinha, me fiz de desentendida e vi ele segurar no seu pau, como se tivesse controlando o tesão que também tava sentindo. Ele tentata instalar os cabos mas não parava de olhar pra minha calcinha e meu decote.

Ele levantou, pediu um copo com água e quando fui buscar ele disse que eu era sexy e que meu marido era muito sortudo. Eu comentei que tinha visto ele olhar minha calcinha e senti seu pau ficar duro por cima da calça do uniforme.

Eu me aproximei, acariciei o pau dele, senti latejando na minha mão, puxei ele levei de volta pra sala e sentei no sofá pra chupar a pica dele. Chupei gostoso o pau desse gostoso, era cabeçuda sua pica, rosadinha, uma delícia, fiquei toda babada por ele.
Casada fodendo
Ele me puxava pelos cabelos e fodia minha boca com sua pica gostosa, até que eu interrompi e pedi pra ele me chupar. Eu queria provocar ele, deixar ele doido. Eu arreganhei as pernas, ele tirou minha calcinha e começou a me chupar, enfiar a língua no meu grelinho.

Ele elogiou o gostinho da minha xana, e chupava com tanta vontade que parecia que a muito tempo ele não chupava uma bucetinha. Eu tava toda molhada, minha lubrificação tava até escorrendo pro meu cuzinho e me deixando toda lambuzada.

Eu não aguentava mais e implorei pra ele meter aquela pica cabeçuda em mim, eu olhei com cara de safada e disse:
– Me come, mete esse pau gostoso na minha bucetinha!

Ele sorriu bem safado, colocou uma camisinha que tinha na sua carteira e levantou bem minhas pernas, deixando lá no alto. Ele começou a brincar com minha buceta apertando com os dedinhos, depois ele meteu o pau com tudo, senti cada centímetro daquela pica entrando em mim e apertei ele com as pernas.

Ele começou a bombar bem gostoso, socando com vontade, me chamando de piranha gostosa, e eu gemendo a cada putaria que eu ouvia. Foi um tesão, ficamos ali, eu toda arreganhada já me sentindo assada e arrombada com aquela pica grossa sem parar de meter 1 segundo.

Eu não aguentei, comecei a dedar meu grelinho pra aumentar o prazer, não demorou muito acabei gozando e o safado gozou pouco tempo depois. A gente ficou ali agarradinhos, ele bem suado e nos beijamos gostoso.

Ele finalmente terminou o serviço e a gente trocou números para marcar mais uma sessão de sexo gostoso.