Conto de lésbicas: Amiga de infância

Minha amiga Raquel sempre soube que eu ficava com meninas, mais ela nunca se interessou ( ou nunca mostrou ). Na segunda quando agente estava na faculdade ela me perguntou como foi minha primeira vez com uma menina. Achei isso estranho, porque ela nunca foi de me perguntar sobre isso, já que nos conhecemos há muito tempo. Disse a ela que depois contava já que o professor estava olhando. Quando agente estava saindo, umas 21 horas, ela puxou o assunto de novo.

Raquel: Fala aê, Manu!

Eu: Tá, eu tinha 18 anos e ela 18. Eu estava nervosa até que ela me abraço e agente se beijou, e ficamos nos acariciando e quando ela apertou meus seios me arrepiei toda ..

Raquel: Haa, ta bom Manu. Depois agente se fala, beijos.

Fiquei com isso na cabeça, tipo primeiro ela pergunta e quando estou contando ela sai de uma hora pra outra? Ok, fui para casa e só vi ela na quarta, íamos numa festa eletrônica, eu minha irmã e a Raquel. Eu acabei esquecendo e quando cheguei na festa já fui dançar com ela, e notei que ela sempre passava a mão no meu seio, deixei queria ver no que ia dar, dançamos e vi uns amigos e acabei ficando com um (Thiago), ela continuou dançando e bebemos muito. Quando era umas 3 da manhã, eu já estava cansada já que ia acordar cedo e ir trabalha, fui para casa e ela comigo pois a Andreza (minha irmã) ficou…

Ela disse que ia dormir lá em casa, e subimos ficamos conversando e ela deitou no meu colo, como eu estava de vestido curto dava para ver minha calcinha, e ela colocou o rostro entre minha pernas e respirou fundo, percebe o que estava aconteceu e deixei, sempre achei Raquel gostosa, principalmente quando ela usava uns shorts curtos.. Fiquei pensando no que ia dar e falei que ia tomar banho.

Amigas e lésbicas, bem safadas!

Amigas e lésbicas, bem safadas!

Eu: mona vou tomar banho, viu?

Raquel: Ta

Eu: Quer vim comigo?

Raquel: Vai na frente que já estou indo.

Fui para o banho, e ela veio logo. Entrou e tirou a roupa, trancou a porta e vei até o box, fiquei de costa e comecei a me lavar, depois ela e notei que ela passava o sabão divagar querendo me seduzir. Fingi que não vi, e esbarei no seios dela pedir desculpas e fui me larva. Eu já ia sair do box quando ela me abraça de costa.

Raquel: Nossa, vc ta linda amiga! Principalmente esse seu corpo.

Eu: rsrsrsrs, vc também mona. Que que eu te ensaboei ?

Raquel: Sim, já ia te pedir.

Ela virou de costa e eu comecei pela as costas e fui descendo, cheguei no bumbum dela e passei e apertei.

Eu: Que durinha.

Raquel: Aperta mais, suas mãos são macias.

Alisei o bum bum dela e apertei, passei a mão no cuzinho dela rapidinho, e desce para as coxas dela que é linda. Ela virou de frente, e eu continuei. Cheguei nos seios e apertei, na barriga e quando desce para a xoxota, ela abriu as pernas e fechou os olhos, passei com carinho e tava toda lisinha. Ela soltou um suspiro de leve, e eu não aguentei e beijei de leve, ela percebeu e abriu os olhos subi e limpei a minha boa que sujou por causa do sabão, liguei o chuveiro e ela se lavou. Sair do banheiro, vesti minha camisola e fiquei sem calcinha dei uma para ela se vesti e fui para o quarto, ela entrou e deitou na cama comigo e colocou a cabeça no meu peito. Comecei a fazer carinhos nas coxas dela, e ela na minha barriga (por cima da camisola) e percebeu que eu estava sem calcinha.

Raquel: Manu? quero te pedir uma coisa, não sei se vc percebeu mais eu ando te mandando indireta mais vc nem percebe.

Eu: como assim ? Fingir que não notei.

Foi quando ela me beijou, um beijou quente e gostoso, com aquela boca macia e sua língua gostosa. Comecei a morder os lábios dela e arranhar as costas, ela se arrepiou toda.

Raquel: Haa, Manu sempre quis que isso acontecesse.

Sem perder tempo, tirei a camisola dela. Continuamos a nos beijar, eu percebe que ela estava nervosa. Então alisei os seios dela e fui beijando o pescoço e descendo e descendo, quando cheguei nos seios os biquinhos rosa, beijei e lambe e mordiquei.

Raquel: Haaa isso Manu, que gostoso. Como eu te quero.

Desce e ela abriu as pernas, nossa que visão mais gostosa, lambe de baixo para cima e abri com os dedos os lábios a xoxota rosada dela. E enfiei dois dedos e comecei um vai e vem e lambe o clitóris dela.

Raquel: Isso aaaaaaaaai que delicia, vai mais rápido Manu mais rápido.

Eu: Quero que você relaxe, e tenta se manter tranquila.

Eu sabia que ela nunca tinha gozado na vida, e eu queria que ela gozasse ali comigo. Ela então começou a tremer e se arrepiar, logo tirei os dedos e enfiei minha língua e ela gozou e como gozou, e eu engoli todinho quente e gostoso.

Eu subi e vi ela afegante, esperei ela recuperar o folego. Então ela veio e começou e me fazer carinho, e a lamber meus seios e morder (meus seios são uma parte fraca do meu corpo, são sensíveis pacas) e chupou e mordeu.

Eu: Isso Raquel morde, morde aaaa isso.

Ela então abriu minha xoxota e ficou passado os dedos, cima a baixo. Estava tão gostoso que rapidamente gozei, e ela lambeu os dedos, eu abrir bem as pernas e ela lambeu e lambeu, mordeu e me fodia com dois dedos, enquanto massageava meu clitóris.

Eu: Haaa Raquel, isso mais rápido mais rápido, aaaaa vou gozar . . . tá vindo, tá vindo !!!!

Raquel: Gozo na minha bocaa, quero sentir seu sabor gostosaa, como eu quero engolir tudinho ..

Já estávamos exaltas, e morrendo de sono. Então dormimos e quando acordei, ela estava com a mão na minha xoxota ( na verdade ela estava com 2 dedos dentro). Espero que tenham gostado, porque eu adorei ter ficado com minha amiga de infância, e ter o prazer de fale-lá gozar pela primeira vez.

Categorias:

Feminino, Lésbicas